Conecte-se!



 
InícioPortalRegistrar-seConectar-se
Conectar-se
Nome de usuário:
Senha:
Conexão automática: 
:: Esqueci minha senha
Tópicos similares
Últimos assuntos
» Conversa com a Anne.
Qua 02 Ago 2017, 4:56 pm por Bru (:

» RIP ALC
Qua 08 Fev 2017, 10:04 am por Bru (:

» Quem Você Gostaria Que Fosse Seu Mestre?
Seg 27 Jun 2016, 12:28 pm por ~Katara

» Uma Vingança Repolhuda
Seg 21 Mar 2016, 11:01 pm por G

» Geografia - Conheça os lugares mais fomosos e sua localização no mapa
Dom 17 Ago 2014, 9:00 pm por Bumizinho

» Templo de Ar do Sul
Ter 13 Ago 2013, 6:03 pm por Atilion

» Voltando
Dom 11 Ago 2013, 2:19 pm por Kronus

» Volteeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeei *----------------------------*
Qui 30 Maio 2013, 5:06 pm por pantar

» Descubrindo meu poder
Sex 15 Mar 2013, 5:16 pm por Klein

Link-Nos!
Avatar A Lenda Continua
Clique No Botão Para Saber Como!
Parceiros
Fórum grátis




Japanese World




Top dos mais postadores
Cami WaterBender
 
xMoonBender~
 
Kronus
 
Patrick
 
Ammy
 
Link TrigGer
 
Rafael
 
Vtoni
 
Liah
 
Morgana
 

Compartilhe | 
 

 The Legend of The Blue Fire Dragon - Azula fan Fic (FAN FIC FINALIZADA)

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4  Seguinte

O que vocês acham que a Princesa Azula deve fazer?
Deveria ajudar Ozai a combater a invasão e esquecer essa história de amor.
0%
 0% [ 0 ]
Devia deixar a guerra de lado e ficar com o amor, pela primeira vez na vida!
100%
 100% [ 4 ]
Total dos votos : 4
 

AutorMensagem
xMoonBender~
AVATAR - Admin
AVATAR - Admin
avatar

Sexo : Feminino
Leão Cachorro
Número de Mensagens : 3889
Idade : 23
Karma Karma : 16
Moedas de Ouro 30703
Data de inscrição : 20/12/2008

Ficha Do Dobrador
Profissão: Avatar
Nação Atual: Tribo da Água
Arma: Espada longa

MensagemAssunto: Re: The Legend of The Blue Fire Dragon - Azula fan Fic (FAN FIC FINALIZADA)   Ter 10 Fev 2009, 7:54 pm

vlw Thais, já está revisado e pronto para ir ao ar!!!! =]

:TA:
Anny - Admin - Tribo da Água
" Lutar Sempre, Vencer talvez, Desistir Jamais."
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://teapartyofdarkness.tumblr.com/
Vtoni
AVATAR - Admin
AVATAR - Admin
avatar

Sexo : Feminino
Sagitário Tigre
Número de Mensagens : 1035
Idade : 30
Karma Karma : 2
Moedas de Ouro -101
Data de inscrição : 20/12/2008

MensagemAssunto: Re: The Legend of The Blue Fire Dragon - Azula fan Fic (FAN FIC FINALIZADA)   Ter 10 Fev 2009, 9:49 pm

Puxa vida...cadê..cadê...heheheh

VToni
Clã do Fogo
Nação do Fogo
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
xMoonBender~
AVATAR - Admin
AVATAR - Admin
avatar

Sexo : Feminino
Leão Cachorro
Número de Mensagens : 3889
Idade : 23
Karma Karma : 16
Moedas de Ouro 30703
Data de inscrição : 20/12/2008

Ficha Do Dobrador
Profissão: Avatar
Nação Atual: Tribo da Água
Arma: Espada longa

MensagemAssunto: Re: The Legend of The Blue Fire Dragon - Azula fan Fic (FAN FIC FINALIZADA)   Qua 11 Fev 2009, 4:37 pm

hahahahahahahaha
Gente.... Já terminei a fic há um mês!!!
Antes de postá-la eu só reviso pra procurar erros e depois posto! Estou trabalhando em duas fics ao mesmo tempo! Preview:

1-Anka: Eu Sou A Nova Avatar! - fic minha e do fábio ribeiro, estou no capítulo nove!

2-The Legend Of The Blue Fire Dragon II - The Revenge - essa fic vai do fim do desenho e começa com a azula, presa, sozinha em sua cela na prisão da ilha ember..... e ela descobre uma nova dobra..... o que será???

E aí? O q axaram???? =D


Anny
Admin
Tribo da Água

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://teapartyofdarkness.tumblr.com/
Vtoni
AVATAR - Admin
AVATAR - Admin
avatar

Sexo : Feminino
Sagitário Tigre
Número de Mensagens : 1035
Idade : 30
Karma Karma : 2
Moedas de Ouro -101
Data de inscrição : 20/12/2008

MensagemAssunto: Re: The Legend of The Blue Fire Dragon - Azula fan Fic (FAN FIC FINALIZADA)   Qua 11 Fev 2009, 6:41 pm

Shocked ...ooooooooooooooooo...to curiosaaaaaaaaaaaaa...posta logooooo


Eba!!!!!!!!!!!!!!

VToni
Adm
Clã do Fogo
Nação do Fogo
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
xMoonBender~
AVATAR - Admin
AVATAR - Admin
avatar

Sexo : Feminino
Leão Cachorro
Número de Mensagens : 3889
Idade : 23
Karma Karma : 16
Moedas de Ouro 30703
Data de inscrição : 20/12/2008

Ficha Do Dobrador
Profissão: Avatar
Nação Atual: Tribo da Água
Arma: Espada longa

MensagemAssunto: Re: The Legend of The Blue Fire Dragon - Azula fan Fic (FAN FIC FINALIZADA)   Sex 13 Fev 2009, 8:38 pm

Aha só vou postar quando essa acabar!!!
e tive um pequeno problema com Anka: Eu sou a nova AVatar... na verdade um GRANDE PROBLEMA..... mas vou tentar resolvê-lo.... =D


Anny
Admin
Tribo da Água

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://teapartyofdarkness.tumblr.com/
xMoonBender~
AVATAR - Admin
AVATAR - Admin
avatar

Sexo : Feminino
Leão Cachorro
Número de Mensagens : 3889
Idade : 23
Karma Karma : 16
Moedas de Ouro 30703
Data de inscrição : 20/12/2008

Ficha Do Dobrador
Profissão: Avatar
Nação Atual: Tribo da Água
Arma: Espada longa

MensagemAssunto: The Legend of The Blue Fire Dragon - CAPÍTULO 8!   Dom 15 Fev 2009, 3:59 pm


CAPÍTULO OITO
A MONTANHA



Azula quase não conseguia enxergar por causa da grande quantidade de sangue em seu rosto. Zuko havia jogado o caco de vidro em cima de seu nariz, machucando ele e um dos olhos. Lee parecia estar levando-a para fora do palácio.
- Para onde você vai me levar? - perguntou de novo Azula.
- Relaxe. Conheço alguém que pode nos ajudar.
Eles desceram os degraus dos portões, saíram do palácio e seguiram por uma estrada até a vila da Nação do Fogo. Por serem altas horas da noite, todas as janelas estavam trancadas e nenhuma luz vinha das casas ou armazéns. Estava calmo.
- Pronto, quase lá... Chegamos! - disse Lee, parando em frente a uma casa onde tinha um letreiro: COSTUREIRA.
- Porque estamos aqui? - perguntou Azula.
- Shhhhhh! - disse Lee, fazendo sinal para Azula ficar em silêncio. Ele bateu duas vezes na porta. Esperaram um pouco e uma senhora abriu aporta. Tinha o rosto cansado mas acordado, como se estivesse trabalhando quando deveria estar descansando.
- Ahh! Lee!! Meu menino, há quanto tempo! - disse ela, puxando Lee para um abraço.
- Oi Tia Kahn. - disse Lee sem muita animação. Os olhos da velha Kahn foram atraídos para a jovem que estava junto de Lee.
- Oh, Alteza! - disse Kahn, ajoelhando-se com dificuldade por causa da idade - É um prazer enorme tê-la em minha humilde casa...
- É um prazer conhecê-la. - disse Azula, que quase não conseguia enxergá-la por causa da grande quantidade de sangue que ainda jorrava em seu rosto.
- Tia Kahn, peciso de sua ajuda. - disse Lee desesperado, apontando para o rosto de Azula.
- Ah, claro... Entrem... - disse Kahn, abrindo a porta para que eles entrassem. A casa era humilde, com móveis de carvalho e parecia aconchegante.
- Pensei que esta era uma pousada de uma senhora chamada Hama... - começou Lee, olhando os detalhes da sala.
- Era sim, mas ficou provado que ela era uma bruxa e esta pousada ficou à venda, então eu a comprei com o resto do dinheiro que meu falecido marido me deixou. Mas não a uso como pousada, as pessoas dizem que ela é mal-assombrada... E realmente, antes de dormir, ouço coisas batendo, pessoas gemendo.. Então só a uso para mim. - disse Kahn, sentando-se numa poltrona e fazendo um sinal para que Lee e Azula se sentassem também.
- Bom, tia Kahn, isso é muito interessante mas vim aqui hoje porque preciso de sua ajuda. - disse Lee, apontando para Azula.
- O que aconteceu com ela? - perguntou Kahn, reparando pela primeira vez que a princesa tinha a face cortada e sangrava profundamente.
- Bom, ela foi atacada por uma pessoa, esta pessoa cortou ela com um caco de vidro. Você não pode dar um jeito? Se ela ficar com cicatrizes, pode desencadear perguntas embaraçosas... - disse Lee.
- Aahh, tudo bem então. Deita ela aqui. - disse Kahn, retirando as coisas de cima de uma mesa e apontando para ela. Lee ajudou Azula a se levantar e deitou ela na mesa.
- O que você vai fazer comigo? - perguntou Azula, olhando para Kahn, que despiu as luvas que usava e pegou uma tigela de água pura e cristalina.
- Minha tia Kahn é uma dobradora de água, Azula. - disse Lee - E ela pode curar esta ferida e o melhor, não ficarão cicatrizes!
- Relaxe, Alteza. - disse Kahn, mergulhando as mãos na água e elas ficaram imediatamente brilhantes - Farei o possível.
Kahn retirou as mãos da água e encostou-as na face de Azula. A princesa sentiu um frescor, uma sensação de alívio, como se um vento passasse pelo seu rosto e levasse o ferimento e a dor com ele. Permaneceu assim por mais ou menos um minuto, até que Kahn retirou as mãos da face da princesa. Ela apalpou o rosto. Não viu sinal de cicatriz nem de ferimento, embora o sangue ainda estivesse lá.
- Você me.. Curou? - perguntou ela.
- Sim. Mas, por favor, não contem a ninguém do palácio que eu domino água. As pessoas me procuram para eu curá-las e me pagam por isso, então é assim que eu vivo. E se descobrirem, vão me prender ou me probir de dominar! - implorou Kahn, com lágrimas nos olhos.
- Não se preocupe, vou garantir que você continue usando sua dobra em segredo. - disse Azula - E obrigada por ter me curado.
- Não há de quê, Alteza. Qualquer coisa pelos amigos de meu querido Lee... Mas eu não sabia que ele era amigo da realeza... - terminou ela, olhando para Lee com dúvida no olhar.
- A Princesa Azula não é minha amiga, tia Kahn. - disse Lee.
- Ah, ela te ordenou que a trouxesse aqui... - disse Kahn, com cara de quem começava a entender.
- Também não. - disse Lee.
Kahn parou, com uma expresão de confusão no rosto. Mas, ao ver Lee de mãos dadas com a princesa, ela subitamente entendeu.
- Você está... Namorando a princesa? - perguntou num sussurro.
- Sim. - disse ele.
- Mas que lindo! Mas... E se eles descobrirem?
- Eles quem? - perguntou Azula.
- O Senhor do Fogo, os generais... isso é errado, uma princesa com um plebeu, por favor, tomem cuidado para que eles não fiquem sabendo. - disse ela desesperada.
- Tudo bem. Mas por quê... - perguntou Lee.
- Um dia lhe contarei. Mas, por favor, tomem cuidado.

Na manhã seguinte, Azula e Lee se encontraram nos jardins para discutir os acontecimentos da noite anterior.
- Porquê será que Tia Kahn ficou tão perturbada quando soube que nós estamos juntos? - perguntou Lee.
- E porque será que ela disse: "E se eles descobrirem?" - perguntou Azula.
- Será que aconteceu alguma coisa antigamente? - perguntou Lee.
- Não sei.. Mas posso descobrir. E conheço a pessoa perfeita para me ajudar. - disse Azula, estreitando os olhos quando Ty Lee veio saltitando ao seu encontro.
- Ela pode te ajudar? - perguntou Lee, desconfiado.
- Claro; ela fará tudo o que eu mandar. - disse Azula sorrindo - Não se preocupe... - disse Azula, pondo a mão no rosto de Lee e beijando-o - Eu vou descobrir o porquê disso e você vai até a casa da sua tia tentar descobrir com ela.
- Mas eu não posso sair do palácio sem motivo... - disse Lee, sentindo-se tentado pelos beijos da princesa.
- Claro que não. Por isso eu vou mandar você pegar a minha nova armadura! - disse Azula, jogando pedaços de pão aos patos-tartaruga no lago - É o plano perfeito! - disse Azula com um sorriso fingido. Ela olhou para Lee e percebeu que ele olhava para ela de boca aberta.
- Que foi? - perguntou ela, surpresa.
- Que armadura que eu vou pegar? - perguntou ele, meio histérico - Você não pediu nenhuma armadura!
- Sua tia não é costureira? Você pode dizer aos outros que eu encomendei uma nova armadura de cristal a ela e mandei você ir olhar como está indo, se ela já terminou! - disse Azula, com os olhos brilhantes, imaginando como seria linda uma armadura de cristal.
- Aahhhh, agora eu entendi... Realmente é um plano perfeito... - disse Lee rindo.
- Você se lembra da noite em que passamos no lago? - perguntou Azula, com um brilho nos olhos, desta vez de saudade daquela noite.
- Claro... Eu tinha vindo me desculpar, você nem me olhou de tanta raiva. Aí você me puxou pro lago e... - disse Lee, tirando os olhos, como se tivesse vergonha de lembrar.
- Foi ótimo... - disse Azula, perdida em pensamentos. Até perceber que Lee não parecia sentir saudade daquela noite - O que há com você?
- Eu só... Ás vezes fico pensando se eu realmente sou um cara legal pra você.
- Como assim?
- Eu sou um plebeu! Não tenho nada para lhe oferecer! Eu sou um joão-ninguém e você merece algo melhor do que eu...
Azula não acreditou no que estava ouvindo.
- Olhe - disse ela, puxando Lee para perto e forçando ele a olhá-la nos olhos - Todos esses dias aqui com você, namorando em segredo, me arriscando a ser pega, me mostraram que namorar você foi a melhor decisão que eu já tomei em toda a minha vida! Eu nunca me senti assim com ninguém! E se isso não for o bastante pra você, - disse ela, puxando Lee e falando em seu ouvido, soprando em seu pescoço; ela sabia que ele sentia cócegas naquela parte - eu vou repetir, mais uma vez, e espero que você entenda desta vez: Eu te amo mais do que eu amo a mim mesma!
Lee ficou estarrecido. Ele olhou a princesa nos olhos.
- Eu te amo também. E, depois de ouvir isso, acho que está na hora.
- Hora de quê? - perguntou Azula, desconfiada.
- De fugirmos.
- Eu acho que ainda é cedo. Mas eu quero lhe mostrar um lugar. - disse Azula levantando-se.
- Que lugar? - perguntou Lee.
- Você vai descobrir. Me encontre hoje à noite no meu quarto e eu vou te mostrar.
- Tudo bem. Mas para onde você vai agora? - perguntou Lee.
- Eu vou tentar descobrir com Ty Lee. Te vejo mais tarde. - disse Azula, deixando o pão com Lee para que ele continuasse a jogar para os patos-tartaruga.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://teapartyofdarkness.tumblr.com/
xMoonBender~
AVATAR - Admin
AVATAR - Admin
avatar

Sexo : Feminino
Leão Cachorro
Número de Mensagens : 3889
Idade : 23
Karma Karma : 16
Moedas de Ouro 30703
Data de inscrição : 20/12/2008

Ficha Do Dobrador
Profissão: Avatar
Nação Atual: Tribo da Água
Arma: Espada longa

MensagemAssunto: The Legend of The Blue Fire Dragon - CAPÍTULO 8 (CONTINUAÇÃO)!   Dom 15 Fev 2009, 4:01 pm

CONTINUAÇÃO CAPÍTULO OITO A MONTANHA

- Mas isso parece tão chato... - disse Ty Lee com preguiça.
- Mas eu preciso de ajuda! - disse Azula de cara amarrada.
As duas estavam na biblioteca do palácio, um lugar enorme e silencioso que possuía livros e mais livros de gerações da Nação do Fogo, principalmente da família real. Azula e Ty Lee tinham escolhido uma estante em que havia uma placa escrito: "ÁRVORE GENEALÓGICA DO FOGO" e estavam procurando algum indício de princesas que tivessem casado com plebeus.
- Olha, esta princesa do século passado é muito parecida com você! - disse Ty Lee mostrando a Azula um cartaz com um desenho de uma princesa que estava na estante: "PINTURAS DAS FAMÍLIAS REAIS".
Azula deu um tapa em Ty Lee.
- Aaai! - gritou ela, caindo da cadeira - Porquê você me bateu?
- Porque esta princesa SOU EU, SUA TONTA! - disse ela, irritada, mostrando o nome embaixo da barra das roupas da princesa desenhada: "PRINCESA AZULA".
- Aaahh, desculpa... - disse Ty Lee sem graça.
- Em todo o caso, não estamos aqui para procurar pinturas minhas e sim para procurar indícios de princesas...
- Tá bom... Olha, a árvore genealógica da sua família desde os primeiros dominadores de fogo! - disse Ty Lee, erguendo um quadro sujo e com marcas nos cantos, talvez de ratos que tivessem tentado comê-lo. Estava mal-escondido atrás de uma das estantes, como se alguém tivesse sido pego no flagra e escondido ele ali para ver depois.
- Muito bom, Ty Lee! Me ajude a achar todas as princesas do fogo! - disse Azula, tomada de súbita animação. Elas enconstaram o quadro na mesa e começaram a procurar as princesas de séculos atrás.
- Achei vocês! Finalmente! - disse uma voz de mulher atrás delas.
Mai vinha entrando na biblioteca. Sentou com elas.
- Porquê estam aqui? Este lugar é deprimentente... - disse Mai, olhando para o teto da biblioteca, tão alto quanto o de uma catedral.
Em poucas palavras, Ty Lee e Azula explicaram a Mai que Azula fora com Lee até a casa de uma tia, que expressou o medo de que as pessoas descobrissem que Lee e Azula estavam juntos e Lee iria até a casa da tia tentar descobrir porquê esta preocupação enquanto Azula e Ty Lee tentariam descobrir indícos nos arquivos antigos da Nação do Fogo. Mas, convenientemente, elas esqueceram de mencionar que Lee foi com Azula para que sua tia a curasse do ferimento que Zuko causara.
- Vocês vão querer ajuda? - perguntou Mai, puxando sua cadeira mais para perto do quadro.
- Quanto mais, melhor. - disse Azula indiferente e as três começaram a procurar. Depois de duas horas inteiras, elas já estavam com sono, cansadas e de mau humor.
- Achei! - gritou Ty Lee ,apontando para um nome meio apagado, que parecia ter sido queimado.
- Mas não dá pra ler... - disse Mai com desapontamento na voz.
- Dá sim! Tentem enquanto eu acendo uma luz. - disse Azula, acendendo uma chama azul na mão e aproximando-a do quadro. Muito mal mas deu para ler o nome.
- Princesa... Aaa... Princesa... Zu... Zun...
- Princesa Zuliha. - disse Mai
- Você tem certeza? - perguntou Azula.
- Claro. Mas... Quem é princesa Zuliha?
- O nome Zuliha significa "Sol Escaldante". - disse Ty Lee indiferente.
- Eu já ouvi falar dela! Paticipou da invasão no Pólo Sul! - disse Azula.
- Sério? - perguntou Mai.
- É! E eu sei quem me disse isso! Foi a Li! Ou a Lo! Tanto faz, vou atrás delas!
- Mas... Onde elas estão? - perguntou Ty Lee.
- No quarto delas, claro! Eu vou falar com elas, fiquem aqui e tentem descobrir porque o nome da princesa Zuliha está queimado! - disse Azula, correndo para a porta.
- Claro, afinal não temos nada melhor pra fazer do que ficar aqui neste monte de livros velhos! - gritou Mai.
Azula correu o mais que pôde em direção ao quarto de Li e Lo e, ao chegar lá entrou sem nem bater na porta. Elas estavam na janela.
- Quem é a princesa Zuliha? - perguntou Azula, ofegando.
Li e Lo congelaram.
- Venha amanhã logo cedo, antes do sol nascer e lhe contaremos sobre a princesa Zuliha. Já está na hora de você saber. - disse Lo.
- Agora vá andando, seu pai está vindo para cá e se achar você aqui... - disse Li
- ...pode achar suspeito. - disse Lo.
Azula correu para seu quarto, onde permaneceu deitada, descansando. Mai e Ty Lee ainda estavam na biblioteca, e Lee com certeza já teria interrogado sua tia. Agora só faltava mostrar a Lee o lugar em que eles fugiriam quando chegasse a hora. Mais cedo do que Azula imaginara, Lee estava batendo na porta de seu quarto. Azula abriu a porta, puxou-o para dentro, trancou a porta por dentro e abriu a janela.
- Vamos sair por aqui. - disse ela, pondo seu corpo fora da janela e escalando a parede do palácio até chegar ao chão, no que foi imitado por Lee.
- Vamos. - disse Azula, correndo em direção aos portões do palácio. Lee seguiu-a. Eles ultrapassaram as árvores e num segundo já estavam nos portões do palácio. A partir dali, eles seguiram se escondendo entre as árvores e ultrapassaram a vila, sempre andando por trás das casas, até que chegaram em um vale descampinado, como uma floresta. Seguiram correndo até uma depressão, que ficava aos pés de uma linda montanha que, com certeza, durante o crepúsculo e o nascer do sol, deveria se inundar de luz. Eles correram até a base da montanha e Azula, com a dobra de fogo azul, fez aparecer a base da montanha, um túnel, que os levaria té a parte de cima da montanha. Sem dizerem uma palavra, eles entraram no túnel e saíram na parte de cima da montanha, que era cheia de árvores que esconderiam até um shírshu. Eles se sentaram entre algumas árvores, tendo uma vista desimpedida para a lua, que brilhava incandescente no céu.
- O que sua tia disse? - perguntou Azula.
- Disse que tínhamos que saber sobre uma tal de princesa Zuliha e um tal de Wong.
- A princesa Zuliha era princesa coroada da Nação do Fogo. Mas quem é Wong?
- Não sei. Você pode descobrir?
- Claro. Li e Lo, as múmias vivas devem saber. Assim que falar com elas, eu te aviso.
Lee sorriu e pegou as mãos de Azula.
- Como você sabia deste lugar? - perguntou sorrindo.
- Eu vinha aqui quando era criança e treinava minha dobra de fogo sozinha. Nem Mai e Ty Lee sabem que este lugar existe. É e sempre foi o meu refúgio.- disse Azula.
- Zula. Eu posso te chamar assim? - perguntou Lee.
- Claro. - disse Azula, rindo.
- Então, se precisarmos fugir, nos refugiaremos aqui? - perguntou ele.
- Claro. A não ser que que você não ache bom... - disse ela preocupada.
- Está ótimo. Pelo menos poderemos ficar sozinhos. - disse Lee, coçando uma espinha no rosto.
- Eu amo você Lee. - disse Azula.
- Eu também te amo Zula. - disse Lee e eles se beijaram, dando vazão ao sentimento que tinham e que precisavam esconder sempre, mas que agora poderiam simplesmente deixá-lo livre; o amor. E eles passaram o resto da noite ali, na montanha, apenas tendo a lua como testemunha de seus atos.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://teapartyofdarkness.tumblr.com/
Thai
AVATAR - Admin
AVATAR - Admin
avatar

Sexo : Feminino
Touro Rato
Número de Mensagens : 619
Idade : 21
Karma Karma : 3
Moedas de Ouro 8616
Data de inscrição : 20/12/2008

Ficha Do Dobrador
Profissão: Rainha do Reino da Terra
Nação Atual: Reino da Terra
Arma: Punhal

MensagemAssunto: Re: The Legend of The Blue Fire Dragon - Azula fan Fic (FAN FIC FINALIZADA)   Dom 15 Fev 2009, 4:32 pm

Muito legal Anny! Tadinha da TY Lee...
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
xMoonBender~
AVATAR - Admin
AVATAR - Admin
avatar

Sexo : Feminino
Leão Cachorro
Número de Mensagens : 3889
Idade : 23
Karma Karma : 16
Moedas de Ouro 30703
Data de inscrição : 20/12/2008

Ficha Do Dobrador
Profissão: Avatar
Nação Atual: Tribo da Água
Arma: Espada longa

MensagemAssunto: Re: The Legend of The Blue Fire Dragon - Azula fan Fic (FAN FIC FINALIZADA)   Ter 17 Fev 2009, 4:08 pm

Obrigada Thai! Hahahahahahah mesmo, escrachei a Ty Lee...... foi mal Ty Lee !!!

Anny
Admin
Tribo da Água

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://teapartyofdarkness.tumblr.com/
Vtoni
AVATAR - Admin
AVATAR - Admin
avatar

Sexo : Feminino
Sagitário Tigre
Número de Mensagens : 1035
Idade : 30
Karma Karma : 2
Moedas de Ouro -101
Data de inscrição : 20/12/2008

MensagemAssunto: Re: The Legend of The Blue Fire Dragon - Azula fan Fic (FAN FIC FINALIZADA)   Qua 18 Fev 2009, 6:15 pm

tá muito masssa Annyyy....ehehhehe quero mais


VToni
Adm
Clã do Fogo
Nação do Fogo

:NF:
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
xMoonBender~
AVATAR - Admin
AVATAR - Admin
avatar

Sexo : Feminino
Leão Cachorro
Número de Mensagens : 3889
Idade : 23
Karma Karma : 16
Moedas de Ouro 30703
Data de inscrição : 20/12/2008

Ficha Do Dobrador
Profissão: Avatar
Nação Atual: Tribo da Água
Arma: Espada longa

MensagemAssunto: The Legend of The Blue Fire Dragon - CAPÍTULO 9!   Sex 20 Fev 2009, 9:31 pm

CAPÍTULO NOVE
A DESCOBERTA & NOVO AGNI KAI


Como prometido, Azula, assim que voltou com Lee da montanha, seguiu direto para o quarto de Li e Lo, pois o sol nasceria em poucas horas e ela não tinha tempo para descansar. Bateu na porta e Li abriu-a imediatamente.
- O que meu pai queria com vocês ontem? - perguntou Azula, reprimindo um bocejo de sono.
- Aahhh... Nada de importante. - disse Lo descaradamente.
- Tanto faz... - disse Azula, sentando-se numa das três poltronas à janela - Vocês me mandaram vir, eu vim. Agora, quem é a princesa Zuliha?
Li e Lo se sentaram também. Elas suavam e pareciam nervosas.
- Bom, há muito tempo atrás... - disse Li.
- ...antes de seu bisavô Sozin assumir o trono... - disse Lo.
- ...na verdade, há muitas gerações atrás... - disse Li.
- ...nascia a princesa Zuliha, herdeira do trono. - disse Lo.
- Mas como assim "Herdeira do trono"? Ela não tinha um irmão homem? Nunca na história da Nação do Fogo uma mulher assumiu o controle. - disse Azula.
- Sim, é justamente isso... - disse Li.
- ...o Senhor do Fogo Zholong não teve filhos homens... - disse Lo.
- ...então decidiu que sua filha, a princesa Zuliha, por quem ele tinha um enorme orgulho, seria a primeira Senhora do Fogo... - disse Li.
- ...e ela era como você, Azula, tinha orgulho de ser dobradora de fogo. Mas ela sabia dobrar apenas o raio, como você, mas não conseguia dominar o fogo azul... - disse Lo.
- ...o Senhor do Fogo Zholong não sabia da existência do fogo azul, mas tinha sua filha como uma deusa, por ela saber dobrar o raio... - disse Li.
- ...até que o Senhor do Fogo Zholong, depois de uma discussão com sua esposa, mãe de Suliha, chamada Yin, decidiu contratar um guarda-costas para Zuliha, de nome Wong. Ele era um ótimo dobrador de fogo e Yin tinha medo que, já que sua filha seria a Senhora do Fogo futuramente, ela precisava de toda a proteção que pudessem lhe dar... - disse Lo.
-...Zuliha odiava o fato de ter que ser seguida para todos os lugares por Wong. Ela o odiava e ele gostava dela. A jovem princesa cursou a Academia Real do Fogo e saiu de lá pronta para ajudar o pai em suas batalhas e reuniões de guerra...- disse Li.
-... ela participou da invasão da Nação do Fogo no Pólo Norte com os Atacantes do Sul... - disse Lo.
-...foi no retorno dessa invasão que seu pai a recebeu com todas as honras e orgulho possíveis... - disse Li.
-...com o tempo, Zuliha precisava de alguém para desabafar sobre a grande carga que estava sobre seus ombros, ela achava que enlouqueceria se virasse Senhora do Fogo tão jovem. Seu pai estava muito doente e sua mãe insistia em apavorá-la dizendo que deveria se preparar para assumir se seu pai morresse... - disse Lo.
-...e ela desabafava com Wong. Até que ela começou a perceber como Wong era bonito, charmoso e um ótimo dobrador de fogo, e, o mais estranho, sentia uma enorme atração por ele...- disse Li.
-...Wong percebeu que a princesa gostava dele e se declarou para ela. E ela ficou tão surpresa que se entregou aos desejos de sua alma e aceitou namorá-lo... - disse Lo.
-...viviam como dois pombinhos, totalmente felizes e tomavam o cuidado para que ninguém descobrisse sua paixão. - disse Li.
Azula engoliu em seco. Era exatamente o que ela fazia com Lee.
- Até que Wong e Zuliha se entregaram ao amor e seu pai pegou-os quando estavam no quarto de Wong. O Senhor do Fogo Zholong ficou bravíssimo. Ele declarou um Agni Kai contra Zuliha e Wong. Eles haviam desrespeitado o Senhor do Fogo... - disse Lo.
-...Yin implorou a Zholong que poupasse eles, mas Zhorong não a ouviu. Travou um agni kai contra eles. Wong morreu. Zuliha lançou um raio no próprio pai. Zholong caiu morto. Zuliha foi banida por sua mãe, fugiu para as montanhas e, por muito tempo, Yin mandou exércitos as montanhas tentando encontrar Zuliha, mas ela nunca mais foi vista. Yin casou com o irmão de Zholong, Bhartus, e ele foi coroado Senhor do Fogo. Essa terrível tragédia foi abafada por Yin, que nunca mais mencionou o marido, morto pela filha, Wong, morto por Zholong ou mesmo Zuliha, que sumiu de vista. Algumas pessoas na vila dizem que, ainda hoje, vêem uma moça de cabelos imundos, com roupas estragadas e velhas da realeza, se esgueirando entre latas de lixo, pedindo esmolas ou um pouco de comida. - terminou Li.
- Mas... Isso foi há mais de 100 anos!! Como Suliha poderia estar viva ainda? - perguntou Azula com a voz rouca.
- Ninguém sabe. Podem ser lendas ou não... - disse Lo.
-...agora você deve descansar. Está com uma cara horrível... - disse Li assustada.
Azula saiu do quarto e foi para o seu, a cabeça rodando com as novas informações que havia obtido: "Nascia a princesa Zuliha, herdeira do trono... o Senhor do Fogo Zholong não teve filhos homens... sentia um enorme orgulho de sua filha... como Azula, tinha orgulho de ser dominadora de fogo... sabia dobrar apenas o raio, não o fogo azul... após uma discussão com sua esposa Yin, contratou um guarda-costas, Wong, para sua filha.. Zuliha odiava ser seguida por Wong... Odiava Wong e ele gostava dela... Estava pronta para ajudar o pai... Estava sucumbindo sob o peso de ser Senhora do Fogo e precisava desabafar... Começou a perceber como Wong era bonito... Ele se declarou para ela... Ela se entregou... Viviam como dois pombinhos até que Zholong pegou-os juntos... Eles o haviam desrespeitado... Ele declarou um Agni kai contra os dois... Yin implorou, Zholong não a escutou, matou Wong... Zuliha matou Zholong... Yin baniu Zuliha, que fugiu para as montanhas... Exércitos a procuraram, mas nunca a acharam... Yin casou com o irmão de Zholong, Bhartus, que se tornou Senhor do Fogo e nunca mencionou Wong, Zuliha ou Zholong para ninguém... Algumas pessoas na vila vêem uma moça de cabelos imundos e roupas rasgadas e velhas da realeza pedindo esmolas..."
Azula chegou no quarto, entrou e se jogou na cama. Conseguiu dormir algumas poucas horas. Levantou-se um pouco tarde e saiu em direção aos jardins. Com um pouco de sorte, Lee estaria lá e eles poderiam ficar juntos. Ele estava embaixo do carvalho em frente ao lago, como sempre, alimentando os patos-tartaruga.
- Oi.- disse Azula, sentando-se ao lado dele.
- Oi. - respondeu Lee.
- Tenho algo pra te contar... - começou Azula e contou a ele tudo o que descobrira com Li e Lo. Ele ficou assustadíssimo.
- Mas... Acha que vamos terminar como Zuliha e Wong?
- Não. Nós vamos conseguir fugir. Ei lá vem Ty Lee e Mai.
E, de fato, as dua vinham atravessando o jardim. Sentaram-se com eles.
- Não estamos interrompendo nada, não é? - perguntou Mai.
- NÃO! - disseram Azula e Lee juntos.
- Só descobrimos que a princesa Zuliha foi banida. - disse Ty Lee - O que você descobriu?
Azula repetiu a história para elas.
- Mas você acha que você e Lee vão acabar como... Zuliha e Wong? - perguntou Mai, branca.
- Não. - disse Azula, levantando-se, atirando no lago o último pedaço de pão para os patos-tartaruga e pegando a mão de Lee, obrigando-o a se levantar.
- Mas... E se algo der errado? - perguntou Ty Lee, preocupada.
- Não vai dar nada errado. Nós vamos conseguir. - disse Azula pondo um ponto final na questão e indo em direção ao palácio, segurando Lee firmemente pela mão.

Azula e Lee passaram o resto do dia no quarto de Azula. Ela pedia aos empregados para levarem comida para o quarto e, quando eles batiam na porta, Lee se escondia, Azula recebia a bandeja e eles comiam e conversavam, sempre em sussurros porque, se alguém os ouvisse, seria um grande problema.
Quase de madrugada, Azula trancou a porta e ela e Lee ficaram na janela, vendo as estrelas. A porta de Azula se escancarou. Ela e Lee olharam para trás. Hya estava parada na porta, com um grande sorriso no rosto.
- Agora sim! - gritou - Não tem como escapar; vocês estão enrascados! Aahh, eu sempre sonhei com uma vingança!
- Vingança pelo quê? - perguntou Azula.
- Por você ter roubado o meu homem! Lee é meu; você não tem o direito de ficar com ele.
- Não fale de mim como se eu fosse uma coisa! - gritou Lee.
- Já chega, acabou. Fora daqui. - disse Azula, arrastando Hya pelo braço e tentando jogá-la para fora do quarto. Mas Hya estava preparada para isso. Ela se desvencilhou do aperto de Azula e agarrou o abajur, jogando em Azula. Ela caiu, mas virou-se e lançou um raio em Hya, que gritou e se escondeu atrás de uma cadeira. Azula levantou-se com esforço. Hya também.
- Agni Kai. - disse Azula, um filete de sangue escorrendo de sua boca e um grande hematoma roxo se espalhando pela sua testa. - Você e eu a amanhã a tarde.
- Eu topo. - disse Hya e saiu do quarto. Azula caiu na cama, arquejando.
- Zula! - gritou Lee, correndo e ajudando ela a se sentar. - Voce está bem?
- Estou... - disse Azula.
- Porquê você vai lutar um Agni Kai com ela?
- Porque é o único modo de resolver isso de uma vez por todas.
- Mas... prometa-me que você não vai matá-la. - disse Lee.
Azula levantou-se.
- Você está com pena dela? Depois disso? - perguntou Azula furiosa, apontando para o queixo, de onde o filete de sangue escorria livremente, e para a testa, de onde saía uma secreção pegajosa e nojenta, amarela como pus.
- Não. Mas eu te pedi que você não matasse Lin também, lembra? E você a matou. Então Zula, se você realmente me ama do mesmo jeito que eu te amo, você não irá matá-la.
- Você terá que esperar até o Agni Kai para descobrir. - disse Azula enfurecida, deitando-se.

O dia amanheceu claro e frio. O palácio estava silencioso. Todas as almas viventes ali imaginavam como ficaria Hya após o Agni Kai contra a princesa, que já se espalhara até os ouvidos do Senhor do Fogo. Ozai, que engolira a história de Azula de que Hya era uma traidora, cúmplice de Zuko, tinha mandado polir a armadura de Azula, sempre contando que ela faria o mesmo que fez a Lin, transformar Hya em churrasco. Azula estava mais nervosa que o normal. Isso porque em sua mente era travada uma feroz batalha sobre o que viria a seguir.
Era como se duas vozes estivessem discutindo na mente de Azula. Uma Azula boazinha, e uma má.
- Tenho que derrotar Hya e terminar o trabalho... - disse a Azula má.
- ...mas Lee pediu para não terminar! - disse a Azula boazinha.
- Mas meu pai estará assistindo! - disse a Azula má.
- ...mas Lee é mais importante! - disse a Azula boazinha.
- Azula você está bem? - perguntou Ty Lee, assustada.
- Porquê? - perguntou Azula.
Azula estava com Ty Lee e Mai, sentadas no jardim, mais uma vez, em frente ao lago. Talvez desse para ver em seu rosto que ela estava tendo uma batalha de vontades em sua cabeça.
- Você está com uma cara estranha... - disse Mai.
- Eu só estava pensando de novo... - disse Azula com uma careta: sua cabeça doía demais.
- Bom, eu já dei minha opinião: Você deve fazer o que seu coração pedir. - disse Ty Lee.
- Mas e meu pai? - perguntou Azula nervosa.
- Ele não vai poder mandar no seu destino par sempre. Lembre-se: O que você faz hoje volta para você amanhã. - disse Mai.
- EU SEI! Eu só... Estou em dúvida... - disse Azula perdida.
- Você precisa passar um tempo sozinha. Vamos Mai. - disse Ty Lee se levantando e puxando Mai pelos cabelos.
- Porquê? Azula precisa de nós agora! - disse Mai aborrecida, mas Azula sabia que ela apenas estava com preguiça de se levantar.
- Não precisa; a escolha é dela e nós não podemos nos intrometer. Já demos nossas opiniões, agora só resta a ela decidir qual é a melhor! - disse Ty Lee sabiamente.
- É, acho que você tem razão. Boa sorte Azula. - disse Mai, dando um aperto carinhoso em seu ombro.
- É, os nossos pensamentos estarão com você não importa o que você escolher. - disse Ty Lee com carinho e ela e Mai seguiram para o palácio, deixando Azula sozinha. Ela se encostou no carvalho e se lembrou de um provérbio que seu tio Iroh contara a ela e Zuko quando eram crianças.
" - Crianças, eu tenho uma pergunta a vocês! - dizia Tio Iroh, sentando-se numa cadeira à beira do lago. Azula e Zuko sentaram-se no chão, Zuko com uma expressão de ansiedade no rosto e Azula com uma expressão de tédio.
- Num dia de furiosa tempestade, quem cai primeiro? O carvalho, que é grande e forte ou o junco, que é apenas um raminho seco?
- O junco, por ser fraco e pequeno! - disse Azula num irritante tom de sabe-tudo. Zuko olhou para seu tio. Viu a cara de pena e exasperação que ele fez ao olhar Azula.
- O carvalho, pois por ser grande demais, quebra com mais facilidade, enquanto o junco, por ser pequeno, apenas se dobra ao vento, mas nunca se quebra. - disse Zuko, olhando para o chão.
Azula ficou estarrecida. Iroh abriu um largo sorriso.
- Muito bem Zuko! Resposta certa! - disse ele gargalhando e Azula fechou a cara. Pelo menos com o tio Iroh o Zuko sempre acertava, mas com seu pai, Ozai, Zuko sempre errava.
- Mas... O junco é fraco! O carvalho é grande!! - disse Azula, numa última e desesperada tentativa de obter uma resposta certa.
- Sim Azula, você tem razão... - disse Iroh, tentando permanecer impassível, mas sentindo uma enorme vontade de rir - ...mas nem sempre o maior e mais forte sai em vantagem. O menor e mais despercebido pode se esvair com mais facilidade... - disse Iroh, agora rindo."
Azula pareceu voltar a terra. Suas lembranças daquele dia foram embora com a mesma rapidez com que chegaram.
A manhã se foi e a tarde chegou. Azula se preparou para o Agni Kai e, ao caminhar para a Arena do Agni Kai, viu que agora haviam mais pesoas do que da última vez. Um péssimo sinal.
- Déja Vù! - murmurou Azula para si mesma, pois não parecia ter muito tempo que ela estivera fazendo aquele mesmo percurso, indo para aquele mesmo lugar, para um Agni Kai. Mas, desta vez, seria diferente. Ela foi até o local onde Ozai, Ty Lee, Zuko e Mai estavam. Haviam mais generais do que o normal ali, e isso deixou Azula mais nervosa.
- VEJAM! - disse Ozai quando viu Azula se aproximando - Ela derrotará de novo seus inimigos e os eliminará! Não é Azula? - perguntou ele sorindo alucinado.
- ÃÃhh... Claro! - disse ela sem animação, recebendo uma salva de palmas de Ozai e dos generais. Ela olhou para Mai e Ty Lee, que acenaram e para Zuko, que balançou a cabeça. Ela foi até o meio da arena. Hya estava com os outros empregados, mas Lee estava escondido atrás de uma árvore, e acenava para Azula. Ela acenou discretamente para ele. Hya entrou na Arena. Todos fizeram silêncio. Azula e Hya tomaram posição. E a batalha começou.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://teapartyofdarkness.tumblr.com/
xMoonBender~
AVATAR - Admin
AVATAR - Admin
avatar

Sexo : Feminino
Leão Cachorro
Número de Mensagens : 3889
Idade : 23
Karma Karma : 16
Moedas de Ouro 30703
Data de inscrição : 20/12/2008

Ficha Do Dobrador
Profissão: Avatar
Nação Atual: Tribo da Água
Arma: Espada longa

MensagemAssunto: The Legend of The Blue Fire Dragon - CAPÍTULO 9!   Sex 20 Fev 2009, 9:33 pm

CONTINUAÇÃO DO CAPÍTULO NOVE
A DESCOBERTA & NOVO AGNI KAI

Hya atacava Azula desesperadamente, mas os dias de treinamento com Ty Lee a fizeram ágil. Dando piruetas e cambalhotas, ela se livrava fácil dos ataques ridículos de Hya. Até que Hya parou para tomar fôlego e Azula aproveitou este momento de vulnerabilidade para atacar. Os dias de treinamento com Mai a fizeram lançar fogo azul em formato de lanças, como as que Mai usava, rapida e mortalmente. Hya se desviou de algumas, mas foi acertada por duas e caiu. Levantando-se ligeiramente dobrada, ela lançou uma serpente de fogo contra Azula, que, com o fogo azul, transformou a serpente em um escorpião, que avançou para Hya, queimando seu braço esquerdo. Hya caiu mas lançou uma onda de fogo em Azula que, com um salto, livrou-se da onda e, ainda impelida pelo salto, caiu ao lado de Hya e apontou os dedos indicador e médio, juntos, para o rosto de Hya, visivelmente pronta para lançar um raio. Hya fechou os olhos e deles caiu uma lágrima. Azula levantou o braço. Ozai levantou-se da cadeira para ver melhor. Azula lançou o raio. No chão, a uns cinqüenta centímetros de Hya. Hya abriu os olhos. Olhou para Azula e para a queimadura do raio no chão. E então Hya murmurou, de modo que só Azula pôde ouvir: "Obrigada". Azula respondeu, sussurrando também: "Você teve sorte, na próxima... É melhor se preparar melhor." Ozai estava estarrecido. Mai e Ty Lee estavam paralisadas. Mas, de todos, Zuko estava mais assustado. Azula fizera com Hya o mesmo que ele fizera com Zhao há tanto tempo!
Azula se virou. Tremia da cabeça as pés. Ozai tinha uma expressão homicida no rosto. Lee tinha uma expressão assustada, incrédula. Ela poupara Hya. Por ele. Talvez tivesse finalmente achado amor e bondade... Ozai entrou na Arena. Azula recuou. Hya se levantou e se postou ao lado de Azula. Ozai encarou as duas.
- Você... você... - Ozai parecia incapaz de falar - Você fraquejou. Me envergonhou. Eu vou terminar o serviço por você! - gritou ele e apontou os dedos médio e indicador juntos para Hya. Uma faísca saiu deles.
- NÃO! - gritou Azula e se interpôs entre Hya e Ozai. Ozai empurrou Azula, que caiu de lado na Arena. Lee se enfiou sorrateiramente na Arena e ajudou ela a se levantar. Ozai levantou a mão. Girou-a, tocando de leve com a outra. As faíscas ficaram mais fortes. Ozai repetiu até que não conseguiu mais controlar o poder e jogou o raio no rosto de Hya. Por dois segundos, o raio iluminou aquele rosto assustado, outra hora aliviado pela piedade da princesa. E seus olhos castanhos enormes se fecharam, seus braços se abriram, as pernas cederam e ela caiu para trás, permanecendo imóvel, inquieta, morta.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://teapartyofdarkness.tumblr.com/
Vtoni
AVATAR - Admin
AVATAR - Admin
avatar

Sexo : Feminino
Sagitário Tigre
Número de Mensagens : 1035
Idade : 30
Karma Karma : 2
Moedas de Ouro -101
Data de inscrição : 20/12/2008

MensagemAssunto: Re: The Legend of The Blue Fire Dragon - Azula fan Fic (FAN FIC FINALIZADA)   Sex 20 Fev 2009, 10:47 pm

Nossa Anny..esse foi demaisssss...essa última parte foi muito masssaaaaaa...adoreiiiiiiii.....
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
xMoonBender~
AVATAR - Admin
AVATAR - Admin
avatar

Sexo : Feminino
Leão Cachorro
Número de Mensagens : 3889
Idade : 23
Karma Karma : 16
Moedas de Ouro 30703
Data de inscrição : 20/12/2008

Ficha Do Dobrador
Profissão: Avatar
Nação Atual: Tribo da Água
Arma: Espada longa

MensagemAssunto: Re: The Legend of The Blue Fire Dragon - Azula fan Fic (FAN FIC FINALIZADA)   Dom 22 Fev 2009, 4:23 pm

obrigada Vivi... Próxima sexta ninguém pode perder.... O fim!!!! =D

Anny
Admin
Azula da Tribo da Água
Tribo da Água

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://teapartyofdarkness.tumblr.com/
Thai
AVATAR - Admin
AVATAR - Admin
avatar

Sexo : Feminino
Touro Rato
Número de Mensagens : 619
Idade : 21
Karma Karma : 3
Moedas de Ouro 8616
Data de inscrição : 20/12/2008

Ficha Do Dobrador
Profissão: Rainha do Reino da Terra
Nação Atual: Reino da Terra
Arma: Punhal

MensagemAssunto: Re: The Legend of The Blue Fire Dragon - Azula fan Fic (FAN FIC FINALIZADA)   Dom 22 Fev 2009, 5:25 pm

Nossa que episódio trágico Sad
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Felps
Novato
Novato
avatar

Sexo : Masculino
Gémeos Cachorro
Número de Mensagens : 75
Idade : 23
Karma Karma : 0
Moedas de Ouro 12
Data de inscrição : 01/02/2009

MensagemAssunto: Re: The Legend of The Blue Fire Dragon - Azula fan Fic (FAN FIC FINALIZADA)   Dom 22 Fev 2009, 10:46 pm

Concordo com a Thais, bem trágico. Mas bem legal ao mesmo tempo!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
xMoonBender~
AVATAR - Admin
AVATAR - Admin
avatar

Sexo : Feminino
Leão Cachorro
Número de Mensagens : 3889
Idade : 23
Karma Karma : 16
Moedas de Ouro 30703
Data de inscrição : 20/12/2008

Ficha Do Dobrador
Profissão: Avatar
Nação Atual: Tribo da Água
Arma: Espada longa

MensagemAssunto: Re: The Legend of The Blue Fire Dragon - Azula fan Fic (FAN FIC FINALIZADA)   Sex 27 Fev 2009, 9:31 pm

obrigada felps!!! daqui a alguns minutos o próximo cap!!! =DDDDD
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://teapartyofdarkness.tumblr.com/
Thai
AVATAR - Admin
AVATAR - Admin
avatar

Sexo : Feminino
Touro Rato
Número de Mensagens : 619
Idade : 21
Karma Karma : 3
Moedas de Ouro 8616
Data de inscrição : 20/12/2008

Ficha Do Dobrador
Profissão: Rainha do Reino da Terra
Nação Atual: Reino da Terra
Arma: Punhal

MensagemAssunto: Re: The Legend of The Blue Fire Dragon - Azula fan Fic (FAN FIC FINALIZADA)   Sex 27 Fev 2009, 9:44 pm

Quero ler, os próximos, está muito legal, não sei o que você faz que eu acabo sempre querendo tipo quero quero mais ou vou ter ADP huashuasuahhuas.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
xMoonBender~
AVATAR - Admin
AVATAR - Admin
avatar

Sexo : Feminino
Leão Cachorro
Número de Mensagens : 3889
Idade : 23
Karma Karma : 16
Moedas de Ouro 30703
Data de inscrição : 20/12/2008

Ficha Do Dobrador
Profissão: Avatar
Nação Atual: Tribo da Água
Arma: Espada longa

MensagemAssunto: The Legend of The Blue Fire Dragon - CAPÍTULO 10!   Sex 27 Fev 2009, 9:51 pm

CAPÍTULO DEZ
A REVELAÇÃO DA PRINCESA

Todos pararam. Todos congelaram. Ozai estava arfando, como se tivesse corrido quilômetros. Ele olhou para o lado e viu Lee ao lado de Azula, os dois olhavam para Hya com pena e exasperação.
- O QUE É ISSO? - perguntou Ozai, enchendo-se de ódio. Nunca admitiria que sua filha, uma princesa legítima, se envolvesse com um plebeu imundo!
- Ele esteve tentando me seduzir, pai! Por causa disso não consegui terminar o Agni Kai! Ele me deixou confusa! - disse Azula, apontando dramaticamente para Lee. Lee sentiu como se o chão desabasse sobre seus pés. Não era possível, Azula virara a casaca... no último segundo em busca de salvação para a própria pele?
- Mesmo? Não acredito. - disse Ozai olhando bem fundo nos olhos de Azula. O que Ozai não sabia era que Ty Lee ensinara expressões faciais a Azula, temendo que algo como isso acontecesse.
- ENTÃO DUVIDE! DUVIDE DE SUA PRÓPRIA FILHA, LEAL E CONFIÁVEL, QUE SEMPRE ESTEVE DO SEU LADO, AJUDANDO EM QUALQUER - ela sublinhou a palavra com a voz - COISA QUE ME PEDISSE!
Ozai parou. A expressão de indignação de Azula estava tão convincente que Lee realmente acreditou que ela tinha traído ele. Mas, quando Ozai deu as costas para refletir rapidamente, Azula olhou para Lee e deu uma piscadela. Lee entendeu na mesma hora que era tudo enceneção. Além deles dois, apenas Mai e Ty Lee viram a piscada. Elas riram uma para a outra mas pararam abruptamente quando Ozai se virou, parecendo exalar ondas de fúria reprimida.
- Muito bem... - disse ele, olhando para Azula, que arfava descaradamente falsa - Você duelará comigo num Agni Kai amanhã por tentar seduzir minha filha. - disse Ozai, apontando para Lee. O rapaz engoliu em seco. Azula sentiu seu coração bater mais forte a cada segundo tanto que doía em seu peito. Não podia arriscar a vida de Lee, seu único e verdadeiro amor.
- Daqui a dois dias, ao anoitecer. Esteja pronto. - disse Ozai, com um trejeito de desprezo e cuspindo no chão aos pés de Lee.
Ozai se afastou, enfurecido. Azula se virou para Lee.
- Me encontre no lago hoje a noite. - ela sussurou, de modo que só Lee pôde ouvi-la - Precisamos conversar.
- Tudo bem. - murmurou ele em resposta.
Azula olhou com um fingido ódio que, mesmo sabendo que era encenação, fez Lee tremer um pouco. Azula virou-se e foi em direção ao palácio. Lee foi para seu quarto. Todos os generais e civis que estavam assistindo se olharam, sem nem imaginar a bomba que ainda viria a estourar...

- Você está bem?
- Estou....
Azula e Lee estavam no lago, escondidos por um pequeno toldo para não correrem o risco de serem descobertos. Eles viram o corpo de Hya ser levado pelos generais para ser enterrado. Estavam muito abalados, mas Azula parecia mais preocupada.
- Sua cara está muito estranha... Ainda está preocupada? - perguntou Lee desconfiado.
- Claro que ainda estou preocupada! Você não entende? Eu coloquei sua vida em perigo! Se você realmente lutar um Agni Kai com meu pai.... Tenho medo que você... - Azula não conseguiu terminar a frase mas soube que Lee entendera. Os olhos de Lee se encheram de lágrimas. Como pôde duvidar do amor de Azula quando ela encenou sua lealdade para Ozai?
- Vai sair tudo bem... - disse Lee, alisando o cabelo de Azula - Eu não vou duelar um Agni Kai com ele mesmo! Nós vamos fugir antes do Agni Kai começar!
- Mas e se algo der errado? E se nós não conseguirmos? - perguntou Azula, um tanto histérica.
Ao ouvir esse comentário, Lee ficou olhando Azula. Será que ela estava duvidando da fuga? Será que ela estava pensando em permanecer no palácio? Sem dúvida a idéia de fugir era uma ousadia, apenas uma princesa havia feito isso, e ela não terminou bem. Não era de se estranhar que, mais uma vez, Azula tinha uma batalha de vontades em sua cabeça. Mas, desta vez, ela sabia que teria que fazer uma escolha definitiva: Permanecer no palácio e continuar com a encenação ou fugir com seu amor?
- Nós vamos conseguir. Mas temos que nos mexer rápido. Eu tenho uma idéia. - disse Lee, repentinamente sério.
- Qual é? - perguntou Azula.
- Te conto à noite. Deixe a porta do seu quarto destrancada. Só temos uma noite pra armar tudo...
- Tudo o quê? - perguntou Azula, cheia de tanta enrolação.
- Não posso dizer agora. Vai pro seu quarto e tenta dormir. Vai passar a noite em claro amanhã.
Azula desistiu de tentar extrair respostas de Lee. Se levantou.
- Eu só espero que tudo isso se resolva. Bem... Estou bem precisada de um pouco de sono.
- Até amanhã - disse Lee, e se levantou para beijá-la. Seu beijo foi quente e apaixonado, e ele queria passar muitas coisas não-ditas a Azula por aquele beijo. Por exemplo, sua preocupação, sua ansiedade, e seu desejo de sobrevivência. Ela pareceu entender, pois devolveu o beijo com a mesma intensidade. Os dois estavam tão perturbados com seus futuros, que sabiam que apenas podiam contar um com o outro, e com alguns amigos.
- Tô indo... - disse Azula, se desencostando com dificuldade do abraço apertado que Lee lhe dera. Ela seguiu em direção ao palácio. Ele seguiu pouco depois, ambos pensando a mesma coisa:
"Nós vamos conseguir?"

Azula se reuniu com Ty Lee e Mai pela manhã, embaixo do mesmíssimo carvalho de reunião delas. Uma das poucas coisas que Azula sentiria falta daquele lugar era o velho carvalho, que tinha sido uma espécie de "esconderijo". Elas haviam montado um plano.
- Então, enquanto você sai com Lee de madrugada, eu e Mai entramos pela janela, trancamos a porta, passamos a chave por baixo da porta, montamos uma Azula falsa na cama e vamos embora. Certo?
- Certíssima - disse Azula nervosa. A idéia de sair de madrugada com Lee lhe causava ansiedade, pois não sabia o que estava por vir. Estava mais assustada do que ultimamente, pois se a pegassem com Lee de madrugada, se esgueirando pelo palácio, com certeza a sua farsa ia por água abaixo e, provavelmente, os DOIS iriam ter que combater contra Ozai.
Azula se levantou de um pulo. Lee vinha atravessando o jardim. Ty Lee e Mai a puxaram e a obrigaram a se sentar.
- Você está louca? - sussurrou aterrorizada Ty Lee.
- Se continuar a se levantar como se tivesse levado um choque elétrico quando vê o Lee, TODOS vão desconfiar! - disse Mai, com uma expressão de quem pensa "Disfarça, idiota!"
Lee se aproximou.
- Hoje às oito horas eu estarei na porta do seu quarto. Por favor, descanse o máximo que puder, durante o dia, pois a noite vai ser longa.
Ele derrubou intencionalmente o robe que segurava e, quando se abaixou para pegá-lo, deu um beijo de leve em Azula. Ela retornou o beijo. Ty Lee tossiu. Eles se separaram abruptamente. Lee voltou para o palácio, repuxando o colarinho de suas vestes, como se estivesse de repente sentindo calor. Azula sentia o mesmo.
- Nossa, isso é tããão romântico! - disse Ty Lee com os olhos brilhantes.
- Hã? O que tem de romântico na luta pela sobrevivência e em planos de fuga? - perguntou Azula atordoada. Mai riu.
Ty Lee amarrou a cara para as duas.
- O fato - disse Ty Lee, se empertigando. - de que Lee está arriscando a vida para que ambos, principalmente você, saiam sãos e salvos.

- Sou eu!
- Já tô indo!
Lee estava na porta de Azula, esperando que ela abrisse a porta. Azula correu a abri-la. Lee entrou correndo.
- Onde estão elas?
- Já deveriam estar aqui.. - disse Azula preocupada, examinando a janela.
Naquele exato momento, ouviu-se um ruído abafado e dois gritinhos baixos.
- Eu mandei VOCÊ SEGURAR!
- MAS EU NÃO QUERO FICAR POR ÚLTIMA! E SE ALGUÉM ME VER AQUI E SUSPEITAR!
- QUE SE DANE, SE VOCÊ MORRER NUM AGNI KAI CONTRA OZAI, MELHOR PRA MIM, PELO MENOS ME LIVRO DE VOCÊ!
- AAHH SE EU MORRER, EU VOLTO PRA ASSOMBRAR VOCÊ!
- CALEM A BOCA! CALEM JÁ A BOCA!
De repente fez-se silêncio. Azula e Lee correram até a janela. Ty Lee e Mai estavam numa moita de rosas, e com alguns espinhos em lugares "doloridos".
- O que diabo vocês acham que estão fazendo? - perguntou Azula furiosa. Aquelas duas poderiam pôr tudo a perder!
- Eu mandei ela segurar a escada enquanto EU subia. Depois, ELA subia.
- Não vou ficar por última! E se alguém me pega?
- Alguém já poderia ter pego AS DUAS depois desse escândalo AGORA!
As duas se calaram.
- Subam ao mesmo tempo. - sibilou Azula como uma cobra.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://teapartyofdarkness.tumblr.com/
xMoonBender~
AVATAR - Admin
AVATAR - Admin
avatar

Sexo : Feminino
Leão Cachorro
Número de Mensagens : 3889
Idade : 23
Karma Karma : 16
Moedas de Ouro 30703
Data de inscrição : 20/12/2008

Ficha Do Dobrador
Profissão: Avatar
Nação Atual: Tribo da Água
Arma: Espada longa

MensagemAssunto: The Legend of The Blue Fire Dragon - CAPÍTULO 10!   Sex 27 Fev 2009, 9:52 pm

CONTINUAÇÃO CAPÍTULO DEZ
A REVELAÇÃO DA PRINCESA


As duas subiram obedientemente ao mesmo tempo. Quando chegaram no quarto, permaneceram quietas, percebendo que, Azula, naquele momento, não deveria ser mais aborrecida do que já estava.
- Vocês tem noção - começou Azula, caminhando lentamente pras duas, que recuaram vários passos. - de que nos atrasaram dez minutos? Esse tempo pode ser crucial depois! Espero que, daqui pra frente, deixem suas rixas ridículas de lado e passem a se concentrar em nós! - E, com estas últimas palavras, ela apontou para si mesma e para Lee. Mai e Ty Lee abaixaram a cabeça.
- Ótimo. - disse Azula, virando-se e abrindo a porta - Voltamos às cinco da manhã. Agora são sete e dez da noite. Boa sorte. - terminou Azula e, fazendo um sinal para Lee acompanhá-la, se despediu das meninas com um gesto e saiu.
- Para vocês também... - disse Ty Lee.
Azula e Lee saíram correndo silenciosamente pelo palácio. Atravessaram o jardim e pararam nos portões principais. Lee puxou o braço de Azula para que ela parasse.
- Que foi? - perguntou Azula impaciente.
- Eu vou te explicar aqui para onde estamos indo.
Azula se virou totalmente para ele. A luz da lua cheia refletia em seus grandes olhos castanho cor-de-mel... O efeito era deslumbrante... Lee teve que balançar a cabeça para afastar tais pensamentos de sua cabeça, pelo menos por enquanto.
- Estamos indo para a casa da minha tia Kahn. Ela se ofereceu para nos ajudar com o plano de fuga. Ela preparou planos de fuga na Tribo da Água, antigamente.
- E precisaremos ficar lá a noite toda? - perguntou Azula, sentindo a preguiça bater.
- Claro! É o único jeito de garantir que nossos esforços não serão em vão: com um plano a prova de falhas.
- Nenhum plano é a prova de falhas. - disse Azula, num irritante tom de sabe-tudo que fez Lee rir. Mas rapidamente ele voltou a assumir uma expressão séria. Replicou:
- Mas o nosso não terá quase nenhuma. Então, entendido? Vamos LÁ!
Os dois correram em direção aos portões do palácio e saíram, guiando-se apenas pela luz do luar e as mãos que eles mantinham segurando, um a mão do outro, como se fossem bóias salva-vidas.

- Que bom que vocês chegaram! - disse Kahn, abrindo a porta.
Eles entraram apressados. Kahn conduzi-os a uma mesa escovada de madeira, numa cozinha simples, mas imaculadamente limpa. Lee e Azula se sentaram. Kahn espalhou pela mesa pergaminhos e mais pergaminhos cheios de informações, horários e mapas.
- Pra quê tudo isso? - perguntou Lee, quando os pergaminhos sobre a mesa eram tantos que mais da metade caíram do chão.
- Precisamos garantir que tudo dê certo; nosso plano não pode ter falhas. Então - disse Kahn, sentando se numa poltrona na cabeceira da mesa e olhando-os por cima das palmas das mãos juntas. - Além de mim e vocês dois, com quem podemos contar?
- Ty Lee e Mai. - disse Azula prontamente.
- Só elas? - perguntou Kahn, um pouco decepcionada. - Esperei que pudéssemos contar com mais gente!
- Bom, talvez Zuko esteja disposto... - disse Azula, apenas querendo passar a impressão que podia escolher mais pessoas, se quisesse. - Mas não acredito muito...
- Então, deixe-o encarregado de uma parte do plano em que ele não descubra o que estamos fazendo! - disse Kahn, exasperada.
- Impossível. - disse Lee, taxativo. - Impossível mesmo...
- Se fizermos ameaças, talvez ele ajude... - disse Azula, fingindo pensar em quais ameaças seriam melhores.
- Zula! - disse Lee aborrecido.
- Tô brincando! Relaxe! - disse Azula, puxando a orelha de Lee num gesto de carinho. Kahn revirou os olhos.
- Então... Vamos começar! - disse Kahn, estalando os dedos.
Eles passaram toda a noite e um pedaço da manhã programando todos os seus passos. Quando haviam terminado, o sol já se levantava numa névoa de dourado e vermelho-sangue. Precisavam voltar.
Eles voltaram, escondidos sobre as sombras das grandes árvores. Quando já haviam alcançado o palácio, a primeira coisa que fizeram foi olhar a janela de Azula, em busca de gritos de Mai e Ty Lee. Mas tudo estava quieto. Quieto demais...
Eles subiram até o quarto de Azula e encontraram Ty Lee dormindo na poltrona e Mai nos pés da cama de Azula.
- Que coisa... - disse Lee, cutucando Ty Lee com o pé.
- Esperei encontrá-las tentando se matar... - disse Azula, refletindo. Ela fez alguns pigarros e gritou, de modo que apenas as pessoas no quarto pudessem ouvi-la:
- ONDE ESTÁ AZULA? - Numa magnífica imitação da voz de Ozai, fazendo Ty Lee cair da poltrona para o chão, de cara e Mai cair chapada de costas no chão frio. As duas se levantaram imediatamente, com caretas de dor.
- Você enlouqueceu? - perguntou Mai, sem conseguir gritar com Azula pois todo o ar foi expelido dos seus pulmões com a queda. Ty Lee ainda estava no chão.
- Eu só queria acordar vocês! - disse Azula, numa voz de quem pede desculpas totalmente falsa. Lee olhou pra ela. - Aahh, elas mereceram! Você viu que nos atrasaram dez minutos! E quase fomos pêgos por causa delas!
- Hum... Uma pequena vingança... Até que valeu a pena... - disse Lee, respirando fundo para não rir.
Ty Lee conseguiu se levantar. Olhava para eles de cara amarrada com Mai. Em poucas e rápidas explicações, Azula e Lee contaram a elas o plano. Ele seria posto em ação as três horas daquele dia.
- Então... Entenderam? Alguma dúvida? - perguntou Azula impaciente.
As duas balançaram a cabeça num gesto de negação.
- Ok então... Quero vocês fora daqui agora; Lee, é melhor você ir lá pra baixo. O disfarce começa... Agora!
Ty Lee e Mai desceram pela mesma escada na janela com que subiram; Lee saiu do quarto de Azula e foi para a cozinha. Azula desceu e foi para o Salão Imperial, sabendo que seu pai com certeza estaria lá.
E ele estava.
Alucinado. Louco. Gargalhava debilmente. Experimentando diferentes armaduras, com certeza em dúvida sobre qual ficaria melhor.
- Aahh, que bom que você chegou! Estava mesmo querendo sua opinião, já que Zuko sumiu! Acha que essa armadura ficaria melhor em mim?
- Hã? Ah, claro, ela realça seus... hã... músculos!
Ozai parou em frente ao espelho.
- Sério?
- Claro!
- Ah, então será esta mesmo que irei usar! Eu soube que ela foi feita por uma mulher chamada Kahn, parenta do... do plebeu contra o qual irei lutar... Que bom! Sua última peça terá ajudado na destruição completa de seu sobrinho!
- Ah, eu vou... Vou... Verificar como está a limpeza da Arena, ok? Pra garantir que esse Agni Kai seja inesquecível...
- Ótima idéia! - Mas, antes que Ozai se virasse para falar com Azula, ela já havia ido embora.
Azula correu, descendo e subindo escadas, procurando Lee, até que trombou com ele na subida da terceira escada. Se já estava sem fôlego, depois da trombada Azula quase expeliu todo o ar de seus pulmões. Lee segurou sua mão bem a tempo de evitar que Azula caísse escada abaixo. Vermelhíssima, ela respirou fundo e olhou para Lee.
- Podemos pôr o plano em ação agora?
- Acho melhor.
- Tudo bem, então... Ããhh... Eu vou... - mas Azula foi interrompida por Lee. Ele a beijou tão rápido que a pegou de surpresa. Eles se abraçaram. De repente, Azula sentiu um gosto salgado nos lábios de Lee. Ele estava chorando. Azula olhou com dificuldade pra baixo. Viu que de seus olhos também havia caído uma lágrima. Ela fechou os olhos e eles se abraçaram com mais força, sabendo que aquele poderia ser o último momento.... O último abraço... O último beijo...
De repente, Azula sentiu um leve toque em seu ombro. Lee soltou seu corpo com aborrecimento. Ela também estava aborrecida. Olhou por cima do ombro. Ty Lee estava extremamente embaraçada por ter interrompido esse momento íntimo.
- Que é? - perguntou grosseiramente Azula.
- Ozai está vindo pra cá... - disse Ty Lee, sussurrando.
Lee saiu correndo, Azula e Ty Lee também. Escondidos atrás de uma armadura de aspecto mofado, eles viram Ozai passar, com um sorriso de orelha a orelha. Depois de sua passagem eles viram Mai, correndo em sua direção.
- Tudo pronto. - ela disse, com um ar cansado e perplexo.
- Vamos começar... agora! - disse Azula. Os quatro correram em diferentes direções. Eles deveriam ficar separados até a hora do Agni Kai, para não despertar suspeitas. A manhã passou com uma rapidez até indecente, pois ao piscarem os olhos, já viram a tarde, esperando a hora do Agni Kai. Mai e Ty Lee tinham confundido os guardas, que haviam recebido ordens de manter as portas do palácio fechadas. Então eles a mantiveram abertas. O que era uma das primeiras etapas do plano.
Lee se preparou para a fuga. Arrumou uma mochila com suas coisas mais importantes, uma pequena estocagem de comida e roupas limpas. Além de um mapa da montanha.
Azula havia feito a mesma coisa, mas além de tudo isso, colocou em sua mochila um velho quadro de quatro pessoas: Ursa, Ozai, Azula e Zuko, pintado há muito tempo.
Havia, finalmente, chegado a hora do Agni Kai.
Ozai já estava na Arena, converando com os generais. Lee entrou na Arena. Mai e Ty Lee estavam paradas a um canto, um pouco afastadas dos outros, as duas suavam muito e pareciam nervosas... Torciam para que tudo acabasse bem...
Ozai se virou. Viu Lee com uma mochila nas costas e uma expresão desafiadora no rosto.
- AAHHH, VEJAM! O COVARDE ESTÁ PRONTO, PENSANDO QUE VAI FUGIR!
Todos silenciaram e observaram a cena.
- Eu não estou pensando que vou fugir. Eu vou fugir. Eu não. Nós.
E Azula entrou na Arena. Todos estavam de boca aberta, tentando absorver aquilo.
- Azula?!?! - disse Ozai, estarrecido.
- Eu tenho estado com Lee há tempos... Nós nos amamos. Hya não era traidora. Ela quis lutar comigo pelo Lee. E eu não a matei - disse Azula, olhando para Lee. - porque Lee me pediu.
- NÃÃÃÃÃOOOOOOO - gritou Ozai, caindo no chão. Ele se levantou vagarosamente. Lançou uma fênix de fogo contra Lee e Azula. Eles escaparam por pouco. Mai entrou na Arena, lançou, três, quatro dardos contra Ozai, prendendo-o no chão. Ty Lee veio pulando e com vários socos seguidos nas costelas, braços e pernas de Ozai, deixou-o imóvel.
Azula ficou observando seu pai no chão. E, de repente, sentiu nojo do que estava fazendo. Amava Lee, mas sua Nação precisava deles agora. A guerra precisava ser vencida. A Nação do Fogo precisava triunfar. Sua Nação já tinha um traidor, Zuko. Se ela, a princesa da Nação do Fogo, traísse também, seria um golpe e tanto para a história do Fogo. Azula fez sua decisão.
Ela se virou para Lee.
- Não vou fugir com você.
Todos silenciaram.
- O QUÊ? - gritou Lee, estupefato. Azula olhou bem fundo em seus olhos. Doía fazer aquela decisão, mas era o melhor agora.
Azula puxou Lee para perto e sussurrou em seu ouvido.
- Eu te amo. Mas não posso abandonar minha Nação. Mas... Vá. Se você ficar aqui, só vai garantir que vai morrer mais rápido. Eu te amo muito... - uma lágrima caiu de seus olhos - Mas eu vou ficar. E você precisa ir.
- É sério? Depois de tudo... Tudo o que passamos... Você vai mesmo...
- Vou. - Azula colocou a mão em seu ombro - E, se você me amar tanto quanto eu te amo, vai entender.
Lee balançou a cabeça, concordando. Eles se beijaram, um beijo molhado novamente pelas lágrimas, o último beijo. E se separaram. Lee saiu correndo. Os guardas se puseram em sua frente mas, com uma dobra de fogo rasteira, ele queimou os pés deles e saiu em direção a montanha. Sem olhar pra trás, Azula se virou para Ty Lee.
- Desbloqueie os chackras dele. - e apontou para Ozai. Ty Lee obedeceu imediatamente. Ozai se levantou e foi em direção a Azula. Olhou-a.
- Por um lado, tenho vontade de banir você agora. - ele sussurrou mortalmente, com um calma letal na voz - Por outro, me sinto orgulhoso de você ter voltado para o nosso lado. Então... Irei deixar passar. Mas você terá que fazer por merecer o perdão. O Senhor do Fogo Ozai é misericordioso. Espero que dê o melhor de si no plano de invasão.
- Sim, pode apostar que sim. - disse Auzla com altivez, disfarçando o peso no coração por ter deixado Lee ir. Ela olhou para os portões, mas não viu ninguém.
- Espero você no Salão Imperial. E saiba - ele disse, com um leve aceno de cabeça - que você teve vantagem simplesmente porquê é a princesa. Confiável, talentosa, astuta princesa. Espero que não se repita nenhum deslize a sua lealdade.
- Sim, absolutamente. - disse Azula. Agora tudo poderia voltar ao normal. Ela viu Ty Lee e Mai, que acenaram tristemente. Ela sabia que elas a apoiariam, não importava qual fosse sua decisão. Zuko a olhava de esguelha, com desgosto no rosto. Ela sabia que seu irmão a desprezava por ter virado a casaca no último segundo. Ela se virou e foi em direção ao Palácio, sem olhar para trás. Azula estava decidida a se dedicar totalmente a Invasão. Nunca poderia esquecer os tempos maravilhosos que passara com Lee, mas agora isso parecia uma vida de outra pessoa... Um passado distante... Apesar de se dedicar a invasão, deixaria um espaço para pensar e sentir saudade de Lee na mente. E deixaria todo o seu coração para pensar nele e amá-lo. Foi com esse pensamento reconfortante que ela seguiu para o Salão, desejando, como se a beira da morte, poder ver Lee mais uma vez.

"Se dois lábios não podem se beijar, dois olhos se beijam num olhar"

Agradeço a Deus, por me dar a oportunidade de ter escrito isso, de me dar a dádiva da vida, de estar aqui todos os dias, compartilhando com meus amigos o pouquinho de sabedoria que tenho. Obrigada Senhor, por tudo.

Agradeço a Azulaofbluefire, pois a inspiração para fazer essa fic veio depois de ler a sua, e você é uma pessoa muito legal, a única fã da Azula no MA que eu conheço além de mim... Fez as capas da minha fic, fez a assinatura da minha fic, fez até um trailer da minha fic e eu sei que deve ter sido trabalhoso! Obrigada por tudo e por estar comigo!

Agradeço tabém a Thais s2, Ammy e VToni, minhas amigas virtuais e verdadeiras... É pouco tempo que estamos juntas, unidas no mesmo sonho, mas amo vocês como se fossem minhas irmãs, e tenham certeza de que são. Obrigada por fazerem de mim uma pessoa melhor, meninas! ALC II 4EVER!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://teapartyofdarkness.tumblr.com/
Thai
AVATAR - Admin
AVATAR - Admin
avatar

Sexo : Feminino
Touro Rato
Número de Mensagens : 619
Idade : 21
Karma Karma : 3
Moedas de Ouro 8616
Data de inscrição : 20/12/2008

Ficha Do Dobrador
Profissão: Rainha do Reino da Terra
Nação Atual: Reino da Terra
Arma: Punhal

MensagemAssunto: Re: The Legend of The Blue Fire Dragon - Azula fan Fic (FAN FIC FINALIZADA)   Sab 28 Fev 2009, 1:05 am

Nossa valeu Anny ^^
Adorei, tudo se encaixou, tanto com as histórias e episódios quanto com o desenho Avatar, agora ela ajuda na invasão...isso é muito difícil, você tem potencial continue assim ^^
Obrigada! Na frase lá do final. Adorei a fic ^^
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Felps
Novato
Novato
avatar

Sexo : Masculino
Gémeos Cachorro
Número de Mensagens : 75
Idade : 23
Karma Karma : 0
Moedas de Ouro 12
Data de inscrição : 01/02/2009

MensagemAssunto: Re: The Legend of The Blue Fire Dragon - Azula fan Fic (FAN FIC FINALIZADA)   Sab 28 Fev 2009, 11:03 am

Eita, nunca vi uma fic tão boa, eu to batendo palmas. Você realmente tem o dom para escrever. Nota 1000 pra vc.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Thai
AVATAR - Admin
AVATAR - Admin
avatar

Sexo : Feminino
Touro Rato
Número de Mensagens : 619
Idade : 21
Karma Karma : 3
Moedas de Ouro 8616
Data de inscrição : 20/12/2008

Ficha Do Dobrador
Profissão: Rainha do Reino da Terra
Nação Atual: Reino da Terra
Arma: Punhal

MensagemAssunto: Re: The Legend of The Blue Fire Dragon - Azula fan Fic (FAN FIC FINALIZADA)   Sab 28 Fev 2009, 12:18 pm

Hehe, adorei a fic inteira, sempre tinha algo que me fazia querer mais, que me fez ler ela por inteira. Adorei! Pena que ela não ficou com Lee. Acho que se continuasse...ela iria esquecer ele e por isso não libertou a Sukki (irmã do Lee) da prisão.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
xMoonBender~
AVATAR - Admin
AVATAR - Admin
avatar

Sexo : Feminino
Leão Cachorro
Número de Mensagens : 3889
Idade : 23
Karma Karma : 16
Moedas de Ouro 30703
Data de inscrição : 20/12/2008

Ficha Do Dobrador
Profissão: Avatar
Nação Atual: Tribo da Água
Arma: Espada longa

MensagemAssunto: Re: The Legend of The Blue Fire Dragon - Azula fan Fic (FAN FIC FINALIZADA)   Sab 28 Fev 2009, 4:36 pm

obrigada Thai e Felps.... q bom q agradeo, espero continuar assim....=]
foi difícil, na história original q eu queria fazer, ela ia com o Lee, deixava a invasão. mas ia ficar diferente.... pos sorte eu esqueci de salvar o trabalho e perdi o último capitulo, foi a chance de rescrevê-lo! e fiz ela ficar pra ajudar na invasão!
de novo, obrigada Felps, q bom q vc acha isso, e obrigada Thai por acreditar no meu potencial!!!
Abraços!!!
AnNy!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://teapartyofdarkness.tumblr.com/
Vtoni
AVATAR - Admin
AVATAR - Admin
avatar

Sexo : Feminino
Sagitário Tigre
Número de Mensagens : 1035
Idade : 30
Karma Karma : 2
Moedas de Ouro -101
Data de inscrição : 20/12/2008

MensagemAssunto: Re: The Legend of The Blue Fire Dragon - Azula fan Fic (FAN FIC FINALIZADA)   Sab 28 Fev 2009, 5:33 pm

oh Guria...hehehe...simplesmente Perfeito!!!! Você escreve muiiiiiito bem...já disse isso e volto a dizer...Pena que a Azula não ficou com o Lee...fiquei triste por esta parte mas realmente tudo se encaixou ...perfeitamente....heheh

Saiba que tbm considero vcs como minhas manas...
e que depois de uma conversa de quatro meninas loucas, pelo msn surgiu tudo isso, é muito incrível mesmo....um beijo no coração pra todas....

História Incrível...quero continuação.... quem sabe ela encontre ele barbudão por ai ham ham??? bjocas
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: The Legend of The Blue Fire Dragon - Azula fan Fic (FAN FIC FINALIZADA)   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
The Legend of The Blue Fire Dragon - Azula fan Fic (FAN FIC FINALIZADA)
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 3 de 4Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4  Seguinte
 Tópicos similares
-
» Blue Dragon: Os Personagens
» Dublagem de Animes
» [Comentários] Alpha Max - Dragon's Crown - Sorceress [+16]
» Kwon Ji Yong/G-Dragon (BIGBANG) - Galeria
» [Parceria] Pokémon Infinity Legend RPG

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
 :: :: Fan-Area :: :: Fan-Fics :: Fan Fics Finalizadas-
Ir para: