Conecte-se!



 
InícioPortalRegistrar-seLogin
Login
Nome de usuário:
Senha:
Conexão automática: 
:: Esqueci minha senha
Tópicos similares
Últimos assuntos
» Quem Você Gostaria Que Fosse Seu Mestre?
Seg 27 Jun 2016, 12:28 pm por ~Katara

» Uma Vingança Repolhuda
Seg 21 Mar 2016, 11:01 pm por G

» RIP ALC
Sex 23 Jan 2015, 9:45 am por Kronus

» Geografia - Conheça os lugares mais fomosos e sua localização no mapa
Dom 17 Ago 2014, 9:00 pm por Bumizinho

» Templo de Ar do Sul
Ter 13 Ago 2013, 6:03 pm por Atilion

» Voltando
Dom 11 Ago 2013, 2:19 pm por Kronus

» Volteeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeei *----------------------------*
Qui 30 Maio 2013, 5:06 pm por pantar

» Descubrindo meu poder
Sex 15 Mar 2013, 5:16 pm por Klein

» Como saber quem são os proximos avatares
Ter 08 Jan 2013, 4:21 pm por Mako

Link-Nos!
Avatar A Lenda Continua
Clique No Botão Para Saber Como!
Parceiros
Fórum grátis




Japanese World




Top dos mais postadores
Cami WaterBender
 
xMoonBender~
 
Kronus
 
Patrick
 
Ammy
 
Link TrigGer
 
Rafael
 
Vtoni
 
Liah
 
Morgana
 

Compartilhe | 
 

 A Profecia. Capítulo 14 - A Solução.

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1 ... 12 ... 19, 20, 21
AutorMensagem
Cami WaterBender
Habitante da Tribo da Água
Habitante da Tribo da Água


Sexo : Feminino
Câncer Tigre
Número de Mensagens : 5979
Idade : 18
Karma Karma : 31
Moedas de Ouro 41192
Data de inscrição : 18/04/2009

Ficha Do Dobrador
Profissão: Dobradora de Água
Nação Atual: Tribo da Água
Arma: Espada longa

MensagemAssunto: Re: A Profecia. Capítulo 14 - A Solução.   Dom 17 Jan 2010, 8:41 pm

só to aki pra marcar presença, li e postei no MA.
*preguiça*
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://www.pokemons2.forumeiros.com
Liah
Habitante da Tribo da Água
Habitante da Tribo da Água


Sexo : Feminino
Escorpião Cabra
Número de Mensagens : 972
Idade : 25
Karma Karma : 10
Moedas de Ouro 8825
Data de inscrição : 20/07/2009

Ficha Do Dobrador
Profissão: Waterbender
Nação Atual: Tribo da Água
Arma: Punhal

MensagemAssunto: Re: A Profecia. Capítulo 14 - A Solução.   Seg 18 Jan 2010, 1:18 pm

Incrível como sempreeee *----*

Ele naum matou elaaaaaaaaa!!! *--------------------------*

Quero maaaais... :B
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Cami WaterBender
Habitante da Tribo da Água
Habitante da Tribo da Água


Sexo : Feminino
Câncer Tigre
Número de Mensagens : 5979
Idade : 18
Karma Karma : 31
Moedas de Ouro 41192
Data de inscrição : 18/04/2009

Ficha Do Dobrador
Profissão: Dobradora de Água
Nação Atual: Tribo da Água
Arma: Espada longa

MensagemAssunto: Re: A Profecia. Capítulo 14 - A Solução.   Seg 18 Jan 2010, 1:23 pm

Liah escreveu:
Incrível como sempreeee *----*

Ele naum matou elaaaaaaaaa!!! *--------------------------*

Quero maaaais... :B

concordo!
\o?
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://www.pokemons2.forumeiros.com
pantar
Novato
Novato


Sexo : Masculino
Gémeos Cachorro
Número de Mensagens : 465
Idade : 22
Karma Karma : 0
Moedas de Ouro 129
Data de inscrição : 07/06/2009

Ficha Do Dobrador
Profissão: Mestre de dobra de terra
Nação Atual: Terra
Arma: Bastão

MensagemAssunto: Re: A Profecia. Capítulo 14 - A Solução.   Seg 18 Jan 2010, 1:36 pm

CONCORDO²
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Cami WaterBender
Habitante da Tribo da Água
Habitante da Tribo da Água


Sexo : Feminino
Câncer Tigre
Número de Mensagens : 5979
Idade : 18
Karma Karma : 31
Moedas de Ouro 41192
Data de inscrição : 18/04/2009

Ficha Do Dobrador
Profissão: Dobradora de Água
Nação Atual: Tribo da Água
Arma: Espada longa

MensagemAssunto: Re: A Profecia. Capítulo 14 - A Solução.   Seg 18 Jan 2010, 2:11 pm

olha o flood pantar!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://www.pokemons2.forumeiros.com
pantar
Novato
Novato


Sexo : Masculino
Gémeos Cachorro
Número de Mensagens : 465
Idade : 22
Karma Karma : 0
Moedas de Ouro 129
Data de inscrição : 07/06/2009

Ficha Do Dobrador
Profissão: Mestre de dobra de terra
Nação Atual: Terra
Arma: Bastão

MensagemAssunto: Re: A Profecia. Capítulo 14 - A Solução.   Seg 18 Jan 2010, 2:14 pm

SORRYME.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Morgana
Novato
Novato


Sexo : Feminino
Virgem Cabra
Número de Mensagens : 871
Idade : 25
Karma Karma : 7
Moedas de Ouro 5258
Data de inscrição : 19/12/2009

Ficha Do Dobrador
Profissão: Mestra de Dobra de Terra
Nação Atual: Reino da Terra
Arma: Espada longa

MensagemAssunto: Re: A Profecia. Capítulo 14 - A Solução.   Seg 18 Jan 2010, 5:02 pm

Como sempre eu to passada!É muito emocionante,tá cada vez melhor xDD
Ajuda a katara,to começando a ficar desesperada,ela vai morrer?!
A espera de novo cap. *anciosa*
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
G
Habitante da Tribo da Água
Habitante da Tribo da Água


Sexo : Feminino
Capricórnio Rato
Número de Mensagens : 731
Idade : 19
Karma Karma : 7
Moedas de Ouro 16278
Data de inscrição : 27/07/2009

Ficha Do Dobrador
Profissão: Chefe da Tribo da Água do Norte
Nação Atual: Tribo da Água
Arma: Espada longa

MensagemAssunto: Re: A Profecia. Capítulo 14 - A Solução.   Seg 18 Jan 2010, 5:08 pm

Esqueci de responder os fofos aqui!

Pantar, você já terminou de ler? De qualquer forma, que bom que gostou. Minha satisfação é ver vocês felizes.

Liah, você também achou que eu ia matar a Katara, né? Eu não sou maluca a esse ponto. Pelo menos não ainda.

Morgana... Ela não vai mais morrer. Quem gosta de matar personagem é a cami, eu prefiro que eles sofram.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://supernaturaldestinys.forumeiros.com
Cami WaterBender
Habitante da Tribo da Água
Habitante da Tribo da Água


Sexo : Feminino
Câncer Tigre
Número de Mensagens : 5979
Idade : 18
Karma Karma : 31
Moedas de Ouro 41192
Data de inscrição : 18/04/2009

Ficha Do Dobrador
Profissão: Dobradora de Água
Nação Atual: Tribo da Água
Arma: Espada longa

MensagemAssunto: Re: A Profecia. Capítulo 14 - A Solução.   Seg 18 Jan 2010, 5:17 pm

akospaokspaoskapsokas

não diz isso.

eu só matei uns quatro na primeira temporada.
na segunda ainda n sei quantos eu vo matar ou se eu vou matar...
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://www.pokemons2.forumeiros.com
G
Habitante da Tribo da Água
Habitante da Tribo da Água


Sexo : Feminino
Capricórnio Rato
Número de Mensagens : 731
Idade : 19
Karma Karma : 7
Moedas de Ouro 16278
Data de inscrição : 27/07/2009

Ficha Do Dobrador
Profissão: Chefe da Tribo da Água do Norte
Nação Atual: Tribo da Água
Arma: Espada longa

MensagemAssunto: Re: A Profecia. Capítulo 14 - A Solução.   Ter 26 Jan 2010, 2:54 pm

Oi povo.
Consegui terminar o bendito capítulo.
O próximo só depois do carnaval.

So, enjoy it!

---
Capítulo 13: Ambulatório

Aang ia muito rápido pela água. As ondas aumentavam sua velocidade. Estava bem próximo. A água respingava em seu rosto e o cegava um pouco, mas ele não dava a devida atenção ao assunto. Ele tinha que buscar informações. No leque de opções que ele abriu na mente, encontrou duas válidas. O Mundo Espiritual ou o guru Pathik. O mais fácil seria o Mundo Espiritual, portanto ele iria por esse.

Em mais alguns minutos, já estava na entrada da tribo. Havia bastante destruição, mas ninguém estava lá. Ou melhor, havia uma menininha sentada com as cabeça abaixada. Parecia chorar.
Aang caminhou na direção dela e se ajoelhou ao seu lado.

-O que foi?-Perguntou ele com uma voz pacífica, tentando acalmar a menina.

Ela levantou a cabeça e o olhou por alguns instantes. Estava mesmo chorando.


-Eu me perdi da minha mãe.-Disse ela com os olhinhos enchendode água denovo.
-Qual o nome da sua mãe?
-Mya.
-Vem comigo. Vamos achar a sua mãe.

Ele se levantou e pegou a menina no colo. Os dois entraram na cidade. Aos poucos a menina se acalmou e parou de chorar.

-Se por acaso você conseguir ver a sua mãe, me fala, tá?
-Tá.

Aang andou pela cidade um pouco, com a menina nos braços. Depois do que pareceu meia hora, ele ouviu um grito.

-Minha filha!-Disse uma mulher que corria na direção deles.

Ela chegou e Aang entregou a criança. A mãe fez uma checagem rápida para ver se ela estava bem. A menina a abraçou.

-Eu encontrei ela lá fora chorando.-Avisou Aang.
-Nós tínhamos saído quando começou a luta. Na correria ela acabou se perdendo. Eu estava desesperada. Obrigada, Avatar. Não sei o que faria sem você.
-De nada. É meu trabalho.
-Mas mesmo assim, obrigada. Agora eu vou levá-la para casa. Deve estar com fome. Não gostaria de entrar?
-Não, não. Muito obrigado. Eu tenho umas coisas à resolver.
-Tudo bem, então. Tchau.
-Tchau moço.-Disse a menina dando “tchau” com a mão.
-Tchau.-Disse ele retribuindo o gesto.

Ele viu mãe e filha se afastarem, sorrindo. Aquilo aqueceu seu coração. Passara tanto tempo vendo coisas nada boas que uma simples cena de amor e bondade o fez se sentir muito melhor. Ele se virou sorrindo e caminhou. Pôs a mão despreocupadamente dentro do bolso. E lá estava o que fez seu sorriso sumir. Ele retirou do bolso o colar de Katara. Havia esquecido de devolver. Parou de caminhar e ficou analisando as duas pedras presas na corrente. Ele
retirou a que ele havia dado à ela e deixou apenas o da mãe de Katara. Guardou a dele no bolso e amarrou a outra no pulso. Entregaria à Sokka quando o encontrasse.


Voltou a caminhar. Mais apressadamente, pois tinha mesmo que encontrar Sokka, Toph e Zuko. Eles deveriam estar em algum hospital ou ambulatória, ajudando os feridos.

Ele foi em direção à um lugar mais central. Ao chegar lá, viu o que parecia ser uma tenda enorme, só que feita de gelo. Era lá que todos deveriam estar.
Se aproximou devagar. Ele realmente não queria ver os feridos. Mais sangue era tudo que ele não precisava. De qualquer forma, teria que ver.

Quando se aproximou viu que o lugar não era uma tenda. Parecia mais um ambulatório feito às pressas. Era todo fechado, mas o gelo havia sido feito às pressas, portanto dava para ver, mesmo que pouco distorcido, como estava a situação lá dentro. O número de feridos havia sido menor do que ele imaginava, e isso era um ponto positivo.
Havia também uma porta. Ele entrou, mas todos estavam ocupados demais para reparar na sua presença. Isso também era bom. Mas ele sabia que não ia demorar muito para as pessoas repararem no indivíduo de roupas negras.

No fundo da sala, estavam Sokka e Toph. Estavam um de frente para o outro. Sokka estava de cabeça baixa e olhos fechados, enquanto Toph mantinha a mão em seu ombro. Ele andou mais rápido um pouco, mas ninguém havia percebido sua presença ainda. Ele foi até o lado dos dois.

-Sokka.

Sokka levantou a cabeça rápido, encontrando os olhos de Aang logo. Aang identificou preocupação e tristeza em seu rosto. Sokka estava muito para baixo.

-Está feito?-Perguntou, cabisbaixo.
-Não. Eu não consegui. Ela ainda está viva.

Foi como se uma luz houvesse iluminado o rosto dos outros dois, mas ainda tinha umas dúvidas pairando.

-Mas... o espírito possuiu ela denovo?-Dessa vez quem perguntou foi Toph.
-Não. Eu dei um jeito dela dormir até chegar no Sul denovo. Vai nos dar tempo.
-Tempo para o que?

Aang calou-se. Não sabia responder.

-Tá, já sei, você não tem um plano.-Concluiu Toph.
-Eu vou ao Mundo Espiritual buscar uma resposta. Tem que haver outra maneira.

Alguns minutos de silêncio se sucederam. Até que Sokka viu o colar de Katara enrolado no pulso de Aang.

-Aang, isso no seu braço...
-Ah, é verdade. Depois que ela pediu pra... você sabe, ela me entregou isso mandando te dar para guardar. Acho que ficará melhor com você.-Disse ele desenrolando e entregando a Sokka.
-Aqui só tem o pingente da mamãe. Cadê o seu?
-Esse eu guardei comigo. Prefiro ficar com ele.

Um burburinho começou na sala. Perto da porta, os curandeiros pareciam tentar reanimar alguém. Aang foi na direção. Queria ajudar.

Os curandeiros estavam fazendo uma massagem cardíaca, mas nada parecia acontecer. Aang lembrou de alguns conhecimentos em medicina que ensinavam nos templos dos Nômades do Ar às crianças desde cedo. Quando ele tinha 10 anos aprendeu a tratar de casos assim.
Aang tirou o casaco e dobrou as mangas da camisa. Afastando alguns curiosos, ele conseguiu chegar na maca aonde um homem, que parecia ter uns 20 anos, totalmente inanimado. No lado da maca, uma moça, que não passava de 19 anos chorava desesperada. Aang ficou chocado quando percebeu que a moça estava grávida. Tão jovens... Ele se recriminou por pensar isso. Ora, ele tinha 18 anos e já estava, bem ou mal, prestes a ser pai! E sem essa de que ele tem na verdade 118.

-Eu posso ajudar.-Disse, voltando à se concentrar no doente.
-Creio que não há mais nada a ser feito.-Disse um dos curandeiros.
-Deixe-me tentar. Por favor.-Insistiu.

O curandeiro deu de ombros e todos abriram abriu a passagem para ele. Aang aproximou-se do homem e encostou os dedos, um de cada lado, aonde acabava a mandíbula, perto das orelhas do homem. Fechou os olhos concentrando-se, como se tentasse ouvir algo. Depois de alguns segundos, se afastou.

-O cérebro ainda tem estímulos. Ainda dá para acordá-lo.

Aang abriu a boca do homem e dobrou uma grande quantidade de ar para dentro, oxigenando os pulmões. Depois fez fez uma massagem cardíaca, só que de alguma forma bem mais forte do que os curandeiros fizeram. A sequência se repetiu quatro vezes, tudo muito rápido.

Aang olhou para o homem esperando alguma reação. Já havia alguns minutos que o coração havia parado de bater, o cérebro já devia estar sofrendo por isso. Se ele acordasse depois de muito tempo, poderia ter seqüelas.

Depois de alguns segundos, o homem respirou fundo e abriu os olhos rapidamente. Havia funcionado. Aang se acalmou depois disso.

-Consegue me ver e me ouvir?-Perguntou para confirmar.
-Sim.
-Sente todas as partes do corpo?
-Sinto.
-Sabe quem você é?
-Mas é claro.
-Ótimo. Agora precisa de repouso.-Adiantou-se o curandeiro.-Parabéns, Avatar. Salvou uma vida hoje. Mas não entendo o que você fez de diferente.
-Joguei mais ar para o pulmão. Só isso.
-Obrigada Avatar.-Disse a moça.- Se ele morresse... não sei o que eu faria.
-Eu entendo.-Respondeu Aang, com um sorriso triste.

Aang foi em direção à porta, aonde Sokka e Toph já esperavam. Agora teriam que bolar toda uma estratégia em cima de algo desconhecido.

Caminharam em silêncio até a casa que estavam dormindo. Zuko e Mai já estavam lá. Mai havia machucado o braço e depois de feito o curativo Zuko a levou para descançar. Aang preferiu falar na presença de todos.

Finalmente chegaram na casa. Sokka havia levado umas mudas de roupa para Aang, já que qualquer resultado era válido. Aang aproveitou para tomar um banho.

Antes de se despir, retirou o pingente do bolso e analizou por um tempo. Depois rasgou uma tira da roupa negra e o enrolou.
Enquanto a água, que apesar do frio conseguiam manter aquecida, caia sobre seu corpo, ele fazia uma revisão mental de tudo que aconteceu. Apesar de tudo, um feixe de esperança lhe passou, e pela primeira vez em meses conseguiu relaxar um pouco os ombros.

Terminou o banho e se arrumou. Colocou o embrulho preto no bolso de sua roupa. Finalmente havia se livrado das vestes negras.
Foi ao encontro dos outros, que estavam à sua espera.

-Bem melhor com um pouco de cor.-Brincou Zuko.

Aang só deu um sorriso amarelo e se sentou perto dos outros. Explicou tudo que aconteceu desde que foi preso, em detalhes. Todos ficaram embasbacados.

-Nossa...-Foi a única coisa que Toph conseguiu falar.
-Peraí, deixa eu ver se eu entendi. A Katara existe no subconsciente dela, mas só consegue mandar alguns estímulos para o corpo?-Confirmou Zuko.
-Isso.
-E de vez em quando ela consegue ganhar mais espaço. E dá para ver isso pela cor dos olhos, correto?
-Isso aí.
-Cara, que doideira.-Disse Toph.
-E agora, o que a gente faz, Aang?-Perguntou Sokka, que estava ouvindo tudo calado.
-Bem, eu vou ao Mundo Espiritual para ver se alguém me dá uma solução.
-E se não der?

Aang calou-se, pensando no que dizer.

-Se eu não obtiver uma resposta eu vou ter que me virar sozinho. De qualquer forma, eu queria já deixar um plano pré-estabelecido com vocês. Algo que possa ser realizado independente do resultado que eu tiver amanhã.
-Já bolou esse plano?-Perguntou Mai
-Mais ou menos. Acho que teríamos mais vantagem se fôssemos ao Sul e nos infiltrássemos, então...
-Peraí, para! E como nós vamos nos infiltrar lá?-Perguntou Sokka.
-Nem todo mundo lá é a favor de Katara. Eles obedecem e tal mas estão totalmente do nosso lado. Eu tive contato com eles lá.
-A tá. Continua.
-Então, vocês vão resgatar os prisioneiros enquanto eu vou fazer o que tiver que fazer com a Katara. Depois eu explico melhor aonde vocês tem que ir.
-Só isso?
-Por enquanto, sim.-Finalizou Aang.

Depois disso, cada um tomou um banho, fez curativos em eventuais machucados e foram dormir. Aang, apesar de estar com algumas dores no corpo provenientes das chicotadas que havia levado, não estava muito preocupado com seu estado físico. Sua mente vagava no que aconteceria amanhã. Ele queria muito uma boa notícia.

Continua...
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://supernaturaldestinys.forumeiros.com
Cami WaterBender
Habitante da Tribo da Água
Habitante da Tribo da Água


Sexo : Feminino
Câncer Tigre
Número de Mensagens : 5979
Idade : 18
Karma Karma : 31
Moedas de Ouro 41192
Data de inscrição : 18/04/2009

Ficha Do Dobrador
Profissão: Dobradora de Água
Nação Atual: Tribo da Água
Arma: Espada longa

MensagemAssunto: Re: A Profecia. Capítulo 14 - A Solução.   Ter 26 Jan 2010, 4:33 pm

G, ficou mt bom o cap.
n tem ação, é vdd, mas o suspense e a emo.ção do Aang me tocaram.

paribensi G!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://www.pokemons2.forumeiros.com
G
Habitante da Tribo da Água
Habitante da Tribo da Água


Sexo : Feminino
Capricórnio Rato
Número de Mensagens : 731
Idade : 19
Karma Karma : 7
Moedas de Ouro 16278
Data de inscrição : 27/07/2009

Ficha Do Dobrador
Profissão: Chefe da Tribo da Água do Norte
Nação Atual: Tribo da Água
Arma: Espada longa

MensagemAssunto: Re: A Profecia. Capítulo 14 - A Solução.   Qua 17 Fev 2010, 10:34 am

Depois de muuuito tempo eu consegui terminar o capítulo. Desculpem por ele ser minúsculo, mas falta muito capítulo pra pouca história, então até o final do livro 2 os capítulos devem ser curtos. Mas relaxem porque no 3 volta a ser grande.
Comentem please!!!

---
Capítulo 14: A Solução


Aang levantou-se cedo. Na verdade, mal dormiu durante a noite. Parecia que a cama tinha agulhas, pois o desconforto era muito grande.
Ele esperou até que todos estivessem acordados para começar a meditar. Seria mais seguro ter alguém o vigiando no mundo material. Nunca se sabe quando um ataque pode chegar.

Logo todos estavam de pé. Aang sentou-se sobre a cama e meditou. Teve uma pequena dificuldade para manter a mente vazia, mas em alguns minutos conseguiu entrar no Estado Avatar.

***

Aang estava na beira de uma grande lagoa. Ao redor uma mata fechada impossibilitava a visão para muito além dalí. Aang foi caminhando silenciosamente pela beira da lagoa, ainda pensando no que falar. Depois de alguns minutos, tomou coragem.

-Roku. Preciso da sua ajuda!

Roku surgiu à sua frente, com a expressão preocupada mas pacífica. Aang abaixou a cabeça e suspirou. Antes que pudesse falar alguma coisa, Roku se adiantou.

-Nós sabemos o que veio fazer aqui, Aang. Sabemos o que aconteceu.
-Eu sinto muito...-Aang tentava se desculpar.
-Não. Não se culpe. Às vezes ser o Avatar implica em sacrifícios grandiosos demais. Nós somos um espírito, mas também somos humanos. Nossos sentimentos acabam turvando nossas decisões. Eu deveria ter matado Sozin quando pude, mas a amizade que ainda sentia por ele me impediu.
-Mas de qualquer forma foi um erro.
-Não necessariamente. Só um espírito é velho o suficiente para saber de alguma outra forma. Koh.
-Ah, denovo não...-Choramingou Aang.-Tá bom, eu vou lá. Qualquer coisa por uma resposta.
-Tome cuidado. Nós estamos torcendo por você, Aang. Hei Bai irá guiá-lo até a caverna.
-Obrigado, Roku.

Logo depois, Roku desapareceu. Uma silhueta foi aos poucos surgindo dentre a mata e logo estava ao lado de Aang. Era Hei Bai. Aang montou em suas costas e ambos saíram dalí.

***

O corpo de Katara estava desmaiado desde que saíra da Tribo da Água do Norte. Dentro de seu corpo, a luta era contínua.

***
Dentro de seu corpo, Katara não ocupava apenas o subconsciente. Havia conseguido manter metade do corpo. Mas sabia que cada minuto que passava estava menor. Sentia seu corpo adormecido, e não consegui acordar. Parecia que o espírito também tentava acordar o corpo, mas nada acontecia. Seja lá o que Aang fez, foi bem feito.

Enquanto lutava pela posse de seu próprio corpo, Katara refletia sobre o que ocorreu na Tribo da Água do Norte. A imagem de Aang prometendo resolver tudo de outro jeito a deixava nervosa. Ela não queria que ele se sacrificasse demais por ela. O mundo é mais importante que isso tudo. Ele era mais importante do que ela e isso é irrefutável. Ele tinha que ter feito da maneira certa na hora certa. E o pior é que ela havia aceitado a
situação na hora ao invés de insistir. Não se perdoaria por isso se algo de ruim acontecesse à Aang.


***

Hei Bai e Aang chegaram na beira da caverna aonde Koh vivia. Aang despediu-se do amigo, respirou fundo e deixou a mente e a face vazias. Começou a entrar na caverna.

Quando estava um pouco longe da entrada, parou, fazendo o possível para manter a expressão morta.

-Eu procuro por Koh.

Um barulho de algo se mechendo entre as pedras foi ouvido. Aang suspirou, tentando manter a calma.

-Olhe quem voltou! O que deseja, Avatar?
-Preciso de uma informação. Quero saber mais sobre Yang Lu.

Koh surgiu do escuro e olhou com sua face original, observando bem suas expressões.

-Seu rosto é frio, mas seus olhos estão queimando. Arrumou problema com Yang Lu? Ele possuiu alguém?
-Sim. Eu quero saber como eliminá-lo.
-Simples, mate a hospedeiro.
-Eu gostaria de saber outra forma.

Koh caiu em uma gargalhada louca e convulsiva. Depois de um tempo parou e o olhou denovo.

-Ele possuiu alguém importante?
-Sim.
-Importante para o mundo ou para você?
-Isso não vem ao caso.

Koh riu denovo, mas dessa vez mais descretamente. Ele trocou sua face por uma de uma bela moça.

-Isso tem a ver com amor?
-Já falei que isso não vem ao caso.-Aang se esforçava ao máximo para manter a expressão fria.
-Já sei que é.-Voltou para a face anterior.-Pois bem, Yang Lu é um espírito totalmente ligado à energia. Quando espíritos assim possuem o corpo, se apoderam da energia da pessoa. Por isso ele consegue dobrar o que essa pessoa dobra. Para livrar o corpo você deve separá-lo da energia.
-E como eu faço isso?
-Você sabe como fazer. Essas são as informações que eu posso te passar.
-Obrigado Koh.
-Volte sempre, jovem Avatar.

Aang saiu da caverna ainda sem saber o que fazer, mas decidiu não insistir muito. Já estava ficando difícil manter a expressão fria. Quando estava fora fez questão de mecher o máximo de músculos do rosto o possível.

Podia não saber o que fazer, mas já estava feliz em saber que tinha uma maneira.

Hei Bai apareceu novamente e Aang subiu nele. Ele o levou para perto da lagoa. Aang desceu, agradeceu Hei Bai e meditou. Logo estava em seu corpo denovo.

***

Aang acordou e se levantou. Caminhou lentamente até onde todos deviam estar. Ao chegar lá não falou nada, apenas sentou-se no sofá e ficou calado, com todos o encarando.

-Deixa eu ver se adivinho. Nada?-Perguntou Mai.
-Mais ou menos.-Respondeu Aang sem graça.-Falei com Koh, ele me disse que há outra forma sim.
-Tá, e qual é?
-Ele não disse exatamente, só disse que eu tenho que separar o espírito da energia da Katara.
-Que ótimo! Mas como se faz isso?

Aang apenas balançou a cabeça negativamente, mostrando que não fazia a mínima idéia. Sokka bufou e revirou os olhos.

-Quer dizer então que você foi lá e não trouxe a informação completa? E agora, o que a gente faz?
-Não sei Sokka.
-Ah, você não sabe! Você nunca sabe, né Aang? Nunca pensa nas coisas!-Sokka estava alterado.
-E você acha que é fácil ter a responsabilidade do mundo nas costas? Duvido que se fosse com você, você já não teria ficado louco!-Aang se levantou com raiva.
-Ah é? Esqueceu que o problema em questão é minha irmã?-Sokka também se levantou.
-É sua irmã sim, Sokka. Mas é minha noiva também!

Zuko se levantou e ficou entre os dois antes que a briga virasse agressão.

-Acalmem-se! Vocês dois brigando não vai ajudar! Temos um problema aqui e se não queremos ver o que meu pai fez se repetir, ainda pior, temos que nos acalmar e pensar!

Aang olhou para Zuko e houve um “estalo” em sua cabeça. Claro! Como ele não adivinhou isso antes?!

-Zuko, você é um gênio...-Disse Aang.
-Cuma?
-Você acabou de dar a resposta para o problema.
-Eu? Mas eu só disse pra vocês pararem de brigar. Ficar calmo é tão genial assim?
-Não, não é isso! Você falou sobre o que seu pai fez se repetir. Mas a única coisa que vai se repetir é o modo como ele foi derrotado!
-Aang, dá pra falar minha língua?-Pediu Toph.
-É o seguinte gente, eu derrotei Ozai tirando a sua dobra com dobra de energia, correto?
-Correto, mas o que que isso tem a ver com a Katara?
-Ele vai dobrar a energia dela pra acabar com o espírito. Vai separá-lo da energia.-Disse Zuko entendendo a linha de raciocínio.
-Isso!-Comemorou Aang o entendimento do amigo.-É isso que Koh quis dizer. Dobra de energia! Isso! Isso!-Aang continuava a comemorar.
-Quando partimos, capitão?-Perguntou Toph animada.
-O mais rápido o possível. É só o tempo de arrumarmos as coisas e o Appa!
-Então é melhor irmos amanhã de manhã.-Concluiu Zuko.

Depois disso, todos foram arrumar suas coisas, e Aang aprontou tudo no Appa. Na manhã seguinte começaria a jornada decisiva para a vida de Katara, Aang e todos daquele grupo.

Continua...
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://supernaturaldestinys.forumeiros.com
Cami WaterBender
Habitante da Tribo da Água
Habitante da Tribo da Água


Sexo : Feminino
Câncer Tigre
Número de Mensagens : 5979
Idade : 18
Karma Karma : 31
Moedas de Ouro 41192
Data de inscrição : 18/04/2009

Ficha Do Dobrador
Profissão: Dobradora de Água
Nação Atual: Tribo da Água
Arma: Espada longa

MensagemAssunto: Re: A Profecia. Capítulo 14 - A Solução.   Qua 17 Fev 2010, 6:39 pm

oxi, cap mt legal G, ela n vai mais dobrar?
D:'
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://www.pokemons2.forumeiros.com
G
Habitante da Tribo da Água
Habitante da Tribo da Água


Sexo : Feminino
Capricórnio Rato
Número de Mensagens : 731
Idade : 19
Karma Karma : 7
Moedas de Ouro 16278
Data de inscrição : 27/07/2009

Ficha Do Dobrador
Profissão: Chefe da Tribo da Água do Norte
Nação Atual: Tribo da Água
Arma: Espada longa

MensagemAssunto: Re: A Profecia. Capítulo 14 - A Solução.   Qua 17 Fev 2010, 6:52 pm

Surpriese, cami. Surprise.

Já despertei a dúvida que eu queria.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://supernaturaldestinys.forumeiros.com
Cami WaterBender
Habitante da Tribo da Água
Habitante da Tribo da Água


Sexo : Feminino
Câncer Tigre
Número de Mensagens : 5979
Idade : 18
Karma Karma : 31
Moedas de Ouro 41192
Data de inscrição : 18/04/2009

Ficha Do Dobrador
Profissão: Dobradora de Água
Nação Atual: Tribo da Água
Arma: Espada longa

MensagemAssunto: Re: A Profecia. Capítulo 14 - A Solução.   Qua 17 Fev 2010, 10:55 pm

aff, só vc pra fazr o q fez.
coisa feia G, mas é interessante, como fez isso?
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://www.pokemons2.forumeiros.com
neto592
Novato
Novato


Sexo : Masculino
Peixes Búfalo
Número de Mensagens : 2
Idade : 31
Karma Karma : 0
Moedas de Ouro 2
Data de inscrição : 08/04/2012

MensagemAssunto: Re: A Profecia. Capítulo 14 - A Solução.   Ter 10 Abr 2012, 10:47 pm

Gostei bastante da sua Fanfic Very Happy

Fiquei acordado ontem, até umas 3 horas e pouco da manhã, lendo o que você escreveu. Espero volte algum dia para terminá-la, e revele quem são os tais generais do Imperador (já estou palpitando no Long Feng e na Azula).
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: A Profecia. Capítulo 14 - A Solução.   Hoje à(s) 5:11 am

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
A Profecia. Capítulo 14 - A Solução.
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 21 de 21Ir à página : Anterior  1 ... 12 ... 19, 20, 21
 Tópicos similares
-
» Dádiva de Amor || Capítulo 29
» Dádiva de Amor || Capítulo 55
» Razão de Viver || Capítulo (3)
» Dádiva de Amor || Capítulo 42
» Maldito Amor capítulo 05

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
 :: :: Fan-Area :: :: Fan-Fics-
Ir para: